Gramática da Língua Inglesa – Curso Gratuito

Esse é um artigo feito pela convidada professora Margarete licenciada em letras pela USP.

Salve esse artigo no seu navegador para usar como referência. São explicações simples para qualquer pessoa entender independente do nível do idioma.

Aula 1 - Simple Present Tense

Você vai usar o Simple Present Tense  para falar de coisas que acontecem regularmente, rotineiramente.

As formas do verbo são idênticas ao verbo no infinito (nome do verbo), a não ser quando se trata da terceira pessoa do singular (he/she/it), em que vai haver uma pequena mudança, bem pequena mesmo.

É bem fácil!

Vou contar para vocês um pouco da minha rotina, mas também da rotina de alguns alunos meus, veja:

have breakfast at 7.

start work at 8.

Giulia and Lucas have breakfast at 5:30.

Sayuri and Giovanna start school at 7:30.

Lucas has lunch at 11:30.

Pamela takes a shower at 6 pm.

Você notou que o verbo ganha um S no final quando se trata da terceira pessoa do singular, correto?

Eu também posso tentar adivinhar a rotina de cada um de vocês, e nada muda na forma do verbo, veja:

You have breakfast at 7…

You start work at 8:30…

(Adivinhei a sua rotina?!)

Então, para formar o Simple Present Tense apenas use a forma do verbo no infinitivo, e acrescente o S no final quando necessário. Veja:

take a shower

You take a shower

He/she/it takes a shower (viu o S?!)

We take a shower

You take a shower

They take a shower

Mas… nem tudo é perfeito… alguns verbos mudam um pouco mais na terceira pessoa do singular... quando se acrescenta o S... Veja o que acontece com o verbo “to go”:

go to school

You go to school

He/she/it goes to school (viu o ES?!)

We go to school

You go to school

They go to school

Esse ES final para terceira pessoa do singular aparece com verbos terminados em o, ch, sh, th, ss, gh, or z.

Ao contrário do que pode parecer para quem fala português, esse S ou ES no final de algumas formas verbais não significa plural!

Bem, você vai acabar se acostumando de tanto tanto ler.  

Com relação ao verbo “to be” existe uma irregularidade maior. Veja como ele fica no Present Simple Tense:

am happy

You are happy

He/she/it is happy

We are happy

You are happy

They are happy

Agora vou contar a vocês algumas coisas que não fazem parte da minha rotina nem da de alguns alunos meus:

don´t take cold showers

don´t watch terror movies

don´t get up fast in the morning

Leticia and Gabi don´t like ice cream!

Wesley and Arthur don’t know my phone number.

Para dizer o que normalmente não faço, eu usei o termo “don´t”. Se você não percebeu ainda, “don´t” é o mesmo que “do not”!

Isso vai mudar um pouquinho se eu usar a terceira pessoa do singular (he/she/it), veja:

Leticia doesn´t read newspapers

Amanda doesn´t speak English

The president doesn´t play the guitar.

Portanto o termo “doesn´t” serve para fazer uma frase negativa quando se trata da terceira pessoa do singular! Essa é a única diferença.

Ah, um detalhe importante: toda vez que você usar “doesn´t” o verbo não pode receber aquele S final, ok? Se usou “doesn´t” então não usa o S final; se usa o S final, então não usa “doesn´t”.

Enfim, você notou que não se pode fazer uma frase negativa no Present Simple Tense usando somente “not”, é preciso escrever “don´t” ou “doesn´t”.

don´t  speak Spanish

You don´t speak Spanish

He/she/it doesn´t speak Spanish

We don´t speak Spanish

You don´t speak Spanish

They don´t speak Spanish

Como o verbo “to be” é um caso à parte de irregularidade, sua forma negativa também é diferente, veja:

am not Japanese

You are not Japanese

He/she/it is not Japanese

We are not Japanese

You are not Japanese

They are not Japanese

E vamos agora à fórmula para fazer perguntas usando o Present Simple Tense!

Na fórmula você usará “do” ou “does” antes do verbo, assim:

Do you play the piano?

Do you feed your pet?

Does Amanda prepare her dinner?

Does Tatiane come every day?

What time do you wake up?

How good does Emily teach Maths?

Tudo o que fiz foi usar “do” ou “does” antes dos verbos, quando queria perguntar algo! E nesse caso, de novo, nada de usar S nas formas verbais, ok? Se usou “do” então não usa o S final; se usa o S final, então não usa “does”.

E agora você notou que toda pergunta no Present Simple Tense tem um “do” ou um “does” antes do verbo, certo?

Para terminar, esforce-se para não esquecer o S no final das formas verbais da terceira pessoa do singular, para não esquecer dos termos auxiliares “do” e “does” em perguntas e negativas, e memorize o verbo to be – é nisso que o brasileiro mais tem dificuldade.

Se você entendeu tudo que viu acima, então já consegue contar sobre suas rotinas e rotinas de outras pessoas em inglês – tente!

Aula 2 - Present Continuous

Na aula de hoje gostaria de contar a vocês o que estou fazendo e sentindo exatamente agora!

Vejam:

m writing this lesson

m listening to classical music

m feeling cold now…

O tempo verbal que usei acima é o chamado “Present Continuous” que também  é chamado de “Present Progressive”. Meus alunos brasileiros não têm dificuldades em usá-lo, porque ele é parecido com o que diriam em português.

O Present Continuous é formado  facilmente, usando sempre o verbo “to be” e em seguida o verbo principal terminado em “ing”. Assim:

Na afirmativa:

She is opening the pack.

Na negative:

She is not opening the pack. (ou, como você já deve saber “She´s opening the pack.

“)

E na interrogativa:

Is she opening the pack?

Observe que para fazer uma pergunta (a interrogativa), você vai começar com o verbo “to be”, sempre sempre! É nisso que o brasileiro mais tem dificuldade! Lembre-se de começar com o verbo  “to be”!

Também é bom você lembrar como é o verbo “to be”... vamos lembrar usando o Present Continuous:

m studying English now

You´re studying English now

He´s studying English now

She´s studying English now

We´re studying English now

You´re studying English now

They´re studying English now

Vamos agora a alguns detalhes de como usar esse tempo verbal.

Você viu que eu contei a você o que estou fazendo agora, neste exato momento, usando o Present Continuous.  Mas também posso usar esse tempo verbal para contar sobre o que estou fazendo momentaneamente, mesmo que não esteja fazendo exatamente agora... veja:

My sister is working in a private school, while she is looking for a better job

Veja que eu não estou dizendo que minha irmã está trabalhando na escola exatamente agora, mas estou dizendo que é um trabalho que ela está desenvolvendo ultimamente, e que não deve durar muito tempo, percebe? Isso nós também falamos do mesmo jeito em português, então não deve ser nada difícil pra você.

Também se pode falar de atividades que estão sendo desenvolvidas ultimamente e que não eram comuns antes, usando o Present Continuous... veja:

They´re jogging every day

Observe que neste caso eles não costumavam correr, estão fazendo isso nestes últimos dias!

Outro exemplo:

Barbara is sewing a lot these days!

A Bárbara não costumava costurar, é coisa recente!

Mais um último exemplo:

You´re constantly forgetting your homework...

Nesta frase eu quero dizer que você, ultimamente, tem esquecido de fazer sua lição de casa, mas não era algo comum até então.

Até aqui, não deve parecer difícil usar o Present Continuous – ele é bem semelhante ao tempo  verbal que você usaria em português, não é?

Para terminar, há um outro uso para o Present Continuous, que também não costuma ser difícil para os brasileiros, mas que se refere mais ao futuro. Veja, vou contar a você o que estou para fazer em breve:

m going to my aunt´s house next weekend

m leaving at two today

Em outras palavras, o que você acabou de ler são decisões minhas para breve! Já decidi fazer isso! Já estou com as malas  prontas para visitar minha tia, e hoje vou sair às 2 horas, com certeza!

Portanto não há nada que seja muito difícil para os brasileiros no Present Continous!

Aula 3 - Simple Past

Prestem atenção, vou contar a vocês alguns fatos da minha família:

My grandfather died in 1990

My cousin Roberta got married in 2001

My aunt walked to the park last Sunday

E agora vou contar a vocês fatos históricos que acho que vocês conhecem:

Columbus discovered America in 1492

Getulio Vargas committed suicide in 1954.

Para contar a vocês esses fatos passados eu usei o Simple Past. Quando se usa o Simple Past apenas se quer dizer que algo aconteceu no passado, não se está preocupado em dizer por quanto tempo aquilo aconteceu. Você pode usar Simple Past para falar de passado recente ou distante, tanto faz.

É bem comum se usar algumas palavras que indicam detalhes temporais do fato, por exemplo, frequência dele ou data em que ocorreu.

Então eu poderia dizer assim

sometimes worked as a sewer in the past

My best friends often gave me cute gifts!

Yesterday you called me too early!

Indigenous people lived on Brazil´s coast a long time ago

Tenho uma ótima notícia! Todas as pessoas recebem a mesma forma verbal no Simple Past! Veja:

Afirmativa

lived in Curitiba

You lived in Curitiba

He/she/it lived in Curitiba

We lived in Curitiba

You lived in Curitiba

They lived in Curitiba

Observe que os verbos ganham um “ed” no final, e isso já indica o Simple Past!

Agora, para fazer uma frase negativa no Simple Past, no entanto, você vai precisar usar um termo auxiliar junto com o “not”, e o verbo não poderá ter o “ed” no final. Fica assim:

Negativa

didn´t go to the supermarket.

You didn´t arrive late!

E para fazer perguntas com o Simple Past, você precisará usar o termo auxiliar novamente, mas no começo da pergunta! Veja:

Interrogativa

Did Tabata play tennis at the university?

Did they buy the vegetables?

E você viu também que eu não usei “ed” no final do verbo – quando se usa “did” não se usa o “ed” no fim do verbo, entendido?

O lado não muito bom do Simple Past é que há verbos que são irregulares: eles não usam “ed” no final... nesse caso você precisará memorizar as várias formas de cada um... Por exemplo, veja abaixo alguns verbos muito comuns, e observe que eles mudam de forma no Simple Past:

Verbo “to go”:

He went to the university yesterday morning.

Verbo “to be”:

was ill last month.

Verbo “to have”:

John had a lot of work yesterday.

Então, você vai precisar mesmo memorizar esses verbos irregulares – a lista está na internet.

O lembrete fica para o que o brasileiro sempre esquece: use “did” ao fazer perguntas e frases negativas, e sempre use a forma do verbo no infinitivo se usar o “Did” – ou um ou outro!

Aula 4 - Present Perfect

O Present Perfect se forma assim: has/have + past participle.

O Present Perfect é um tempo composto, quer dizer, ele usa dois verbos, um é o principal e o outro é o auxiliar.

Por exemplo, vou contar a vocês algo sobre meu passado e usarei o Present Perfect:

have seen that movie just once.

My neighbor has called the police several times

All my students have always complained about this lesson

Todos esses fatos aconteceram no passado, mas eu não estou preocupada em dar a data exata, e às vezes... nem sei mesmo quando foi que isso aconteceu! Só quero dizer que aconteceu.

Essa “nuance” de tempo verbal dá trabalho aos estudantes brasileiros: para nós, o tempo verbal que indica o passado pode ser usado com ou sem definição de data ou tempo definido, mas para quem fala inglês há uma diferença sim!

Quando você estiver interessado em dizer quando aconteceu o fato, use o Simple Past; quando você estiver interessado apenas em contar que alguma coisa aconteceu, mas você não está interessado em dar datas, use este tempo aqui, o Present Perfect. Com esse nome – Present Perfect – não parece ser um tempo passado, não é?

Quando você quiser explicitar a frequência do fato, ou se ele já aconteceu, aí é hora de usar o Present Perfect. Geralmente se usa expressões deste tipo com ele: ever, never, once, many times, several times, before, so far, already, yet, etc.

Em alguns casos o Present Perfect se assemelha a dizer-se “I have the experience of...”, ou seja, o Present Perfect se assemelha a quando contamos uma experiência nossa. 

Em outros casos  o Present Perfect se assemelha a contarmos que um evento mudou o curso das coisas no passado.

Então vou contar outras coisas usando o Present Perfect para você notar como eu não estou dando data definida aos fatos:

have improved my English lately. (mudança no curso dos fatos)

My father has closed down the company. (an experience that changed things in the past)

Patrick and Lewis have never traveled to China. (não tiveram  essa experiência!)

Vou aproveitar para mostrar como se faz uma pergunta usando o Present Perfect:

Have you done the homework yet?

Have you had a headache before?

Has Jude even been here?

Você notou que existe ali um termo auxiliar, como é obrigatório em inglês, para indicar que aquela é uma pergunta, e que vem no início, não é? Observe que foi exatamente o mesmo termo auxiliar que é usado nas afirmativas!

E agora veja como se faz frases negativas com o Present Perfect:

have not been to Switzerland in my life.

You have not learned Spanish, right?

O auxiliar continua ali, desta vez logo antes do “not”.

Para terminar, gostaria de chamar a atenção para a colocação de alguns advérbios quando se usa Present Perfect. Você vai encontrar esse tipo de colocação com extrema frequência! Veja:

have just left my kids at the school.

Have they ever known the truth?

Você viu que alguns advérbios vão entre o auxiliar e o verbo no particípio (past participle).

Aula 5 - Present Perfect Continuous

Lembra-se do Present Perfect ensinado em outra aulinha? Este aqui é “parente” daquele. Vou contar algumas coisas que algumas pessoas conhecidas têm feito e vou usar o Present Perfect Continuous, veja:

Roberta has been living in Atibaia for two years.

Camila has been working for Credicard since 2000

Giovanna has been going to the gym very often recently

My brother has been reading a lot lately

Como você deve ter notado, o Present Perfect Continuous é feito assim:

have/has been + present participle do verbo principal

E você também deve ter notado que ele serve para indicar ações que começaram no passado e continuam até agora, até o momento em que se fala. Veja, vou contar algo que tenho feito ultimamente ou coisas que tenho vivido até o momento:

I´ve been waiting for Ernest since midday…

I´ve been calling his attention to the importance of studying every day.

I haven´t been running any more (eu costumava correr no passado, mas não estou mais correndo desde então, e essa suspensão da atividade dura até agora!)

Muitas vezes você poderá usar o Present Perfect em vez de Present Perfect Continuous, isso é normal, porque ambos indicam ações que começaram no passado e podem voltar a ocorrer, mas o Present Perfect Continuous tem a propriedade de reforçar que o fato ainda está acontecendo! Veja, vou fazer uma comparação:

I´ve waited for Ernest since midday… (Present Perfect: eu esperei por ele, mas não estou dizendo que ainda estou esperando, pode ser que eu já tenha ido embora)

I´ve been waiting for Ernest since midday… (Present Perfect Continuous: eu ainda estou aqui esperando por ele!)

Você também pode usar o Present Perfect Continuous para falar de alguma ação que já terminou mas cujas consequências ainda se pode sentir. Por exemplo:

Luis is very tired, because he has been organizing the party! (ele já parou de organizar as coisas, mas ainda está muito cansado por causa dessa atividade)

It's been raining that´s why the plants are wet. (já parou de chover, mas as consequências ainda podem ser vistas nas plantas)

Não costuma ser um tempo verbal problemático para o brasileiro, porque nós dizemos em português

“Ela está feliz, porque tem estado ajudando os moradores de rua”

O que é bem similar ao inglês

“She is happy, because she has been helping the homeless”

Aula 6 - Past Continuous

Não há nada difícil no tempo verbal Past Continuous, pelo menos não para brasileiros.

Vou usar o Past Continuous para contar a vocês algumas coisas que estive fazendo nos últimos tempos:

It was raining last Sunday.

My best friend was coming out of her house when she broke her leg.

When my students were writing silently we heard a strong noise.

Exatamente como fazemos no português, não é?

Vocês viram também que é comum usar o Past Continuous ao mesmo tempo que se descreve um outro fato que aconteceu naquele ínterim. Mas isso não é obrigatório.

Uma outra utilidade do Past Continuous – e que é também semelhante ao uso em português – é a de mostrar alguma intenção que tínhamos no passado e que foi mudada. Por exemplo, eu posso dizer

was going to open the window when the telefone rang (eu não cheguei a abrir a janela!)

Weren´t  you going to make a cake? (você parece não ter feito o bolo…)

Aproveitando que acabei de usar o Past Continous na negativa e interrogativa, ao mesmo tempo, deixe-me mostrar como fazer frases negativas e interrogativas com esse tempo verbal.

Negativa

I wasn´t

You weren´t

He/she/it wasn´t

We weren´t

You weren´t

They weren´t

 

 

Interrogative

Was I?

Were you?

Was he/she/it?

Were we?

Were you?

Were they?

Ou seja… como o tempo Past Continuous é formado de

Verbo to be + verbo na forma -ing

não precisa usar nenhum termo auxiliar, basta mudar a ordem das palavras: o verbo to be vai para o início da frase nas perguntas ou recebe o “not” das negativas sem sair do lugar!

Mas é claro que essa inversão é um tanto trabalhosa para os brasileiros – então é ela que você precisa treinar mais!

Aula 7 - Past Perfect Tense

Você vai usar o  Past Perfect Tense para falar de ações que aconteceram no passado antes que outro fato passado acontecesse também.

Vou contar a você algumas coisas que me ocorreram e vou usar o Past Perfect Tense para você ver:

When I got home yesterday, my mother had already gone to bed.

Samanta didn't want to read the book because her sister had told her the end of the story (a spoiler!)

You weren´t in a good mood because I had refused to stay with you in the party, right?

Observe que nas frases acima há sempre um acontecimento pontual no passado, além do Past Perfect! Isso porque, como eu disse, o Past Perfect só funciona quando há um outro evento no passado – o Present Perfect indica algo que aconteceu no passado antes de outro fato acontecer, no passado também! Entretanto, às vezes esse acontecimento pontual no passado não estará explícito, mas pode ser deduzido.

Para formar o Past Perfect você usará o auxiliar had e um verbo principal no Present Participle, assim:

had told

He/she/it had told

You had told

We had told

You had told

They had told

Todas as formas idênticas, independente da pessoa! Quer coisa melhor?!

Observe que o auxiliar está sempre no passado (“had” é o passado de “have)

O Past Perfect também é usado em sentenças condicionais, as chamadas If-clauses.

As if-clauses são estudadas à parte, porque confundem um pouco os brasileiros, mas vou mostrar algumas agora, usando o Past Perfect, para você ver como fazem sentido:

If I had called earlier, I would have bought a ticket to that show… (eu não liguei a tempo e perdi a chance!)

I would have been so happy last Sunday if you had passed by… (fiquei triste naquele domingo… ele não deu uma passada aqui…)

I wish they had finished painting the house… (não está explícito o que aconteceu mas provavelmente a pintura da casa não foi terminada)


Aula 8 - Past Perfect Continuous

Deixe-me contar algo que andou acontecendo comigo e com conhecidos meus no passado para mostrar a vocês como se usa o Past Perfect Continuous:

I had been waiting for just a little before my son arrived.

My best friend had been thinking of work as a teacher again when her husband decided to move from Brazil.

It had been raining hard for hours and  many trees feel down!

Como você pôde ver, o Past Perfect Continuous é usado para indicar que algo aconteceu  no passado, antes mesmo de outro fato que também já é passado.  Ou seja, o Past Perfect Continuous não é somente um passado, é um passado que tem uma certa duração e numa frase com Past Perfect Continuous haverá um outro tempo passado (mais recente) também!

Vou mostrar com mais detalhes, veja:

Carolina had been sleeping all afternoon when I rang the bell. (quando eu toquei a campainha é que ela acordou, finalmente, mas ela já estava dormindo há um bom tempo – os dois fatos já são passado.)

When the news reporter questioned the man, he (the man) told that he had been waiting in line since dawn at the hospital front door. (quando o homem respondeu a reporter ele já tinha passado um bom tempo na fila – ambos os fatos já são passado)

Normalmente os alunos brasileiros não têm dificuldade para usar esse tempo verbal, embora ele pareça complexo (com verbo auxiliar inclusive), porque ele é bem semelhante ao que se diz em português.

Por falar em parecer complexo, vamos ver como se forma o Past Perfect Continuous.

Você precisará usar o verbo to be no Past Perfect (“had been”) e em seguida usar o verbo principal no Present Participle (com “-ing” no final). Fica assim:

I had been reading

You had been reading

She/he/it had been reading

We had been reading

You had been reading

They had been reading

É complexo, talvez, mas não é tão difícil, concorda? Até porque todas as pessoas recebem a mesma forma verbal!

Para fazer frases negativas você fará assim:

I hadn´t been reading

You hadn´t been reading

She/he/it hadn´t been reading

We hadn´t been reading

You hadn´t been reading

They hadn´t  been reading

Observe que “hadn´t” nada mais é que had + not! 

E para fazer uma pergunta, precisamos começar a frase com o verbo auxiliar “had”. Assim:

Had I been reading?

Had You been reading?

Had She/he/it been reading?

Had We been reading?

Had You been reading?

Had They been reading?