Simple Past vs. Past Perfect

Hi guys! How have you been? 🙂 

Neste artigo, vamos entender as nuances entre dois tempos passados: o Simple Past e o Past Perfect. Estes dois tempos verbais falam de situações passadas que já estão encerradas ou resolvidas – mas se fossem iguais, não haveria dois! Shall we begin? 🙂

O Simple Past

Como o nome deste verb tense já nos informa, ele é um tempo simples, e assim como acontecia no presente simples, a estrutura do Simple Past faz uso do verbo em si. O auxiliar para perguntas e negações é o DID [passado do verb to do, o auxiliar do Present Simple]. Assim como acontecia no presente com o does, o DID puxa para si o indicativo de passado, fazendo com que o verbo volte para sua forma original nas perguntas e negações. O verbo, nas frases afirmativas, encontra-se em sua forma passada, regular ou irregular.

I went to John’s party yesterday.I didn’t go to John’s party because I’m sick.
She missed the morning class.Did she come to the morning class?
We made a cake last night.We didn’t make a cake.
He went to Pete’s last night.Where did he go last night?

O Simple Past é o tempo verbal das situações pontuais no passado, aquelas que aconteceram e já se encerraram, ou seja, permanecem pontualmente em algum lugar do passado na linha temporal. Usamos o Simple Past para, por exemplo:

  • falarmos de atividades que realizamos ontem, semana passada, final de semana passado, ano passado…
  • falarmos de coisas que pensamos ou sentimos quando algo aconteceu
  • falar de tempos distantes, como nossa infância ou uma viagem distante

Aqui, nós sempre teremos uma noção de quando algo aconteceu. A informação nunca é dada solta no tempo, como se tivesse acontecido há pouco. O Simple Past é o passado que já esfriou.

O Past Perfect

O Past Perfect, conforme seu nome nos diz, é um tempo perfeito, e isso já nos traz duas informações:

  • tempos perfeitos fazem uso do verbo to have como auxiliar; e
  • são tempos que fazem um link na linha temporal.

Este tempo perfeito é PAST perfect, então todas as informações acima se referem ao passado. Assim, o auxiliar desta verb tense é o HAD [passado do have, auxiliar do Present Perfect]. A estrutura básica é [had + participle], em que had é o auxiliar referente a todas as pessoas, e diferentemente do que acontecia no Simple Past, o verbo permanece sempre no particípio, mesmo nas perguntas e negações.

Este passado é um pouco mais complexo porque ele é o passado do passado. É mais ou menos assim:

quando estamos falando de um tempo passado, em algum momento precisaremos sinalizar o que aconteceu primeiro, ou falarmos de alguma ação que aconteceu antes de que algo maior se sucedesse. A informação mais antiga da história deverá estar no Past Perfect.

Antes de analisarmos os dois tempos verbais lado a lado, vamos analisar os exemplos abaixo:

1. Mary had just arrived in Paris when she was robbed. – aqui, quero dizer a entender que, pouco tempo depois de ter chegado na cidade, Mary foi assaltada.

2. He had been an amazing employee for several years, but then Ms. Jones found out he was stealing and fired him. – aqui falo de alguém que foi um bom funcionário por anos a fio, até o dia em que descobriram seu segredo e o demitiram.

3. We had never been so humiliated in life before that day. – aqui alguém fala sobre um evento traumático e o classifica como o mais humilhante da sua vida. Antes daquele dia, eles nunca haviam se sentido tão humilhados.

Simple Past vs. Past Perfect

Para te ajudar a enxegar a relação entre as duas verb tenses, vamos analisar a história ilustrada abaixo:

Ontem à noite, aconteceu algo muito chato comigo! Eu saí para jantar e, no meio da noite, pensei ter perdido minhas chaves. Procurei por todos os lugares e, em algum momento, lembrei que as havia deixado em cima da mesa da cozinha quando fui tomar água antes de sair.

Agora olha só a mesma história contada utilizando o Simple Past [amarelo] e o Past Perfect [verde]:

Vamos analisar as frases:

1. I left my keys… – usa-se o Simple Past porque foi uma ação pontual em algum momento do passado.
2. I went out. / I didn’t miss… – mais uma vez, estamos narrando coisas pontuais que já ficaram para trás. Não importa o que houve antes ou depois.
3. I had lost… – usa-se esta construção para indicar que, antes de tudo o que foi dito, as chaves já estavam perdidas, ou seja, esta é uma ação anterior na linha temporal.
4. I realized I had left... – assim como o exemplo acima, eu percebi que havia deixado, ou seja, as chaves estão em casa desde a hora em que saí, mas só percebi horas depois.
5. I drank... – aqui, usa-se o Simple Past porque estou indicando quando algo aconteceu, sem comparações temporais.

Ficou claro para você? Qualquer dúvida, escreve aqui nos comentários. It’ll be a pleasure to help you! 🙂

Últimos posts por Redação Equipe (exibir todos)
Se inscreva
Me notifique

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários