IELTS – 11 Orientações e Dicas Essenciais Para Ter Sucesso

Muitas dúvidas vêm à mente quando começamos a nos programar para fazer o IELTS. Neste post, vamos destrinchar esse teste tão importante para quem pretende perseguir carreira acadêmica fora do país ou mesmo busca um upgrade na vida profissional, com perspectivas de trabalho ao redor do mundo.

O QUE É O IELTS?

IELTS significa International English Language Testing System. Essa prova avaliará se o aluno é capaz de usar o inglês como segunda língua, desenvolvendo atividades acadêmicas e profissionais com boa desenvoltura.

Foi criado e desenvolvido pela Cambridge University e é aplicado e administrado pelo British Council.

Há três modalidades da prova: IELTS academic ou general training, IELTS for UKVI e IELTS life skils. Vamos falar mais detidamente sobre cada um deles abaixo.

Muitas empresas no Brasil consideram esse teste como indicativo de fluência na língua, então é uma ótima certificação em termos de currículo para o âmbito nacional.

COMO SE INSCREVER PARA O IELTS?

A prova é aplicada em 14 cidades brasileiras: Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Curitiba, Fortaleza , Londrina, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Para se inscrever, basta ir ao site do British Council, escolher qual o tipo de prova de seu interesse, escolher a data (são aplicadas várias provas por ano), escolher o local e pagar o valor da inscrição.

Todo o procedimento prévio é online e muito simples. O único deslocamento necessário é para realizar o exame nas cidades acima.

QUANTO CUSTA PARA FAZER O IELTS?

O valor atualizado em novembro de 2018 é de R$840,00 e a prova não tem prazo de validade (diferentemente do TOEFL, que tem validade de apenas 2 anos).

Oportunidade: 


Descubra como aprender inglês em 6 meses estudando apenas 30 minutos por dia.

Clique no botão abaixo para assistir a vídeo apresentação.


COMO É O DIA DA PROVA?

Pense na prova do IELTS como um ENEM ou um vestibular. Haverá outras pessoas realizando a prova com você e todas são submetidas às mesmas regras.

O que é importante lembrar:

  • A prova começa sempre às 13 hs e é recomendado que o aluno chegue no máximo ao meio-dia no local da prova. Atenção ao horário é essencial, os examinadores são MUITO RÍGIDOS em relação a isso e não será permitida a entrada após o horário.
  • No dia da prova, somente serão aceitos documentos documento de identidade (o RG) ou passaporte. Carteira de motorista, identidades funcionais e qualquer outro documento NÃO SÃO ACEITOS.
  • Para a sala do exame somente são permitidos portar com você os seguintes objetos: Seu documento de identificação; Um lápis e uma caneta (um lápis será necessário para a parte de Listening e Reading); Uma borracha; Uma garrafa com água. Todo o resto do que você levar ára o dia da prova ficará guardado em uma chapelaria. É mais recomendável que coisas de valor sejam deixadas em casa nesse dia.

QUAIS SÃO AS ETAPAS DA PROVA?

A prova consiste em 4 etapas:

  1. Listening
  2. Reading
  3. Writing
  4. Speaking

Geralmente, essas etapas ocorrem todas no mesmo dia. No entanto, pode ocorrer de as provas serem dividas em dois dias diferentes. Portanto, fique atento ao preenchimento de seu cadastro e das informações sobre os dias e horários fornecidos pelo British Council.

Essas são etapas comuns na maioria dos testes internacionais. Contudo, no IELTS deve-se prestar atenção a alguns detalhes muito importantes:

  • As provas de listening e reading não são constituídas apenas de questões múltipla-escolha. Em algumas, o aluno precisa prover a informação solicitada (as prova são feitas à lápis). Qualquer erro de ortografia, ainda que incidental à questão é marcado como erro, então é necessária atenção redobrada.
  • Na prova de Writing, o aluno deve fazer duas redações. Uma sobre um determinado dado pré-estabelecido (eles mostram uma tabela ou um gráfico com os dados); a outra, o aluno deve dissertar com a sua opinião sobre um tema.
  • Na prova oral – Speaking – serão perguntadas questões pessoais e opiniões do aluno sobre temas diversos, de escolha do aplicador. A prova é feita diretamente com um avaliador e ele escolhe o tema e norteia a conversa, que dura em média 15 minutos.
  • Na prova de listening, lembre-se que o inglês usado para todas as seções da prova é o INGLÊS BRITÂNICO. Se você não tem muita familiaridade e é mais acostumado com o inglês americano, comece a ouvir podcasts e assistir séries e filmes do Reino Unido para se familiarizar. Há muitas diferenças e isso pode prejudicar na etapa de listening.
  • As questões são pontuadas de 0 a 9. Não há aprovação ou reprovação, você recebe uma pontuação e quem avaliará a pontuação é a instituição para a qual você apresentará seus resultados. Não há limite de vezes que você pode refazer a prova.

O QUE MINHA PONTUAÇÃO REPRESENTA?

Por não haver avaliação entre aprovado e não aprovado, é importante saber o que significam as notas que serão atribuídas ao exame.

Como dito, será atribuída a cata etapa do exame uma pontuação de 0 a 9, podendo ser atribuídas notas inteiras (6 ou 7, por exemplo) e partidas (6,5 ou 7,5).

Vamos entender sobre as notas que podem aplicadas:

  • 0 – não respondeu às questões da prova
  • 1 – não possui habilidade para se comunicar em inglês, com excessão de poucas palavras isoladas
  • 2 – grade dificuldade em entender e falar o inglês
  • 3 – entendimento apenas do sentido geral do discurso; comunicação com muitas dificuldades
  • 4 – a competência no inglês é limitada às situações familiares. Não há habilidade para usos mais complexos do idioma.
  • 5 – está habilitado para usar o idioma apenas em situações básicas no próprio campo de conhecimento
  • 6 – no geral, possui efetividade na comunicação, com erros e algumas dificuldades no entendimento
  • 7 – erros ocasionais e efetividade no geral para a comunicação em inglês
  • 8 – domínio completo sobre a língua, com poucos e esporádicos equívocos de entendimento
  • 9 – domínio completo sobre a língua, nenhuma apresentação de equívocos na comunicação ou entendimento.

A análise desse score cabe à instituição (universidade ou empresa, por exemplo), que irá avaliar se o nível de fluência checado pelo exame é adequado para as atividades pretendidas pelo candidato.

Então, claramente, é importante ter a nota mais próxima da nota máxima, lembrando que algumas instituições recusam o candidato que tenha nota baixa sem sequer verificar os demais aspectos do currículo. A dica é refazer o exame e se dedicar mais aos estudos em caso de nota baixa.

ONDE ENCONTRAR SIMULADOS PARA O IELTS?

Antes de tudo, leia com bastante atenção todas as informações providas pelo site do British Council, que é bem explicativo e resume bem como são as provas.

Existem diversos sites e apps para realizar simulados. Aqui vão algumas dicas:

  • O próprio British Council oferece simulados neste endereço.
  • Ao se inscrever para a prova, o British Council oferece um curso de 30 horas chamado Road to IELTS. Existe a versão completa deste curso, que custa US$49,99.
  • No site Exam English há simulados de várias provas internacionais, inclusive o IELTS. Há também um app deste site disponível  para Android e Apple.
  • Nesse site também há vários simulados disponíveis e provas anteriores, todas gratuitas.

IELTS ACADEMIC OU GENERAL?

O IELTS academic é destinado às pessoas que desejam ingressar em instituições de ensino superior como graduandos ou pós-graduandos.

O general é usado para quem pretende trabalhar, estudar (colégio ou cursos avulsos) e imigrar.

Nas prática, a diferença entre as provas aparece no Reading (a prova de conhecimentos) e Writing (a prova de redação). No IELTS academic, o nível da prova é mais difícil e exigirá do candidato mais desenvolvimento da linguagem e conhecimento técnico do inglês, tanto em gramática quanto em vocabulário.

IELTS OU TOEFL : QUAL EXAME DEVO ESCOLHER.

Aqui, a primeira resposta é bem simples: se pretende ir para os EUA, faça o TOEFL, pois é requisito para a maioria das universidades americanas.

No Canadá, Austrália, Nova Zelândia, África do Sul e, claro, Reino Unido, é mais indicado que seja realizado o IELTS.

Isso não quer dizer que sejam excludentes. Se o candidato já sabe exatamente para onde deve ir, veja qual exame a instituição requer ou com qual tem mais afinidade.

Caso não saiba, é importante dizer que ambos exames são bem aceitos ao redor do mundo, havendo poucas diferenças entre eles.

A maior delas é que o TOEFL tem validade de apenas dois anos e pode ser realizado através da internet. Já o IELTS, como visto, não tem validade e é aplicado em alguns locais do país, cerca de duas a três vezes por mês.

LIVROS INDICADOS PARA ESTUDAR PARA O IELTS

Há livros no mercado destinados exclusivamente para o teste e são mais indicados que gramáticas gerais, pois direcionam o aluno para o tipo de questão e forma de abordagem específicas.

Os melhores livros são os editados pela Cambridge University, pois é a mesma instituição que desenvolveu o exame.

Seguem algumas dicas:

  • Cambridge Ielts – Students Book – University of Cambridge
  • Get Ready for IELTS – Collins Editora
  • IELTS Official Practice Materials – University of Cambridge
  • Barron´s IELTS superpack – Barron's Educational Series

É importante sempre buscar as edições mais recentes possíveis, já que os editores estão sempre atualizando as versões de acordo com as tendências das últimas provas, inclusive nas temáticas tratadas no Writing e Speaking.

QUAIS OS MELHORES CURSOS PREPARATÓRIOS PARA O IELTS?

Há diversos cursos preparatórios, presenciais e online, para o IELTS.

No Brasil, a Cultura Inglesa tem uma longa tradição de cursos preparatórios da Cambridge University e é uma ótima opção em todo o Brasil. Se na sua cidade há uma filial, é uma ótima opção.

Para quem procura preparativos online, segue uma lista de bons preparatórios:

É importante testar seu inglês e pesquisar sobre os cursos que mais se adaptam ao seu nível de inglês atual. Inclusive para saber se realmente vale a pena pagar e agendar a prova rapidamente ou se precisará de alguns meses para preparação.

Há diversos testes online e os curso presenciais sempre avaliam o aluno antes de encaixá-lo em alguma de suas turmas.