Quando aprendemos o verbo to be na escola sempre vemos que “I was” é a forma correta, mas então isso quer dizer que I were nunca pode ser utilizado? Errado! Existem casos em que I were é a forma correta.

Isso pode parecer muito confuso, mas uma expressão está no modo subjuntivo e a outra no indicativo, por isso aprender essa parte da gramática é essencial.

Portanto, vamos te mostrar agora quando utilizar I was e quando utilizar I were para que você compreenda as diferenças entre os dois!

  • I was

Está no indicativo e quer dizer “eu era” ou “eu estava”, assim como sempre aprendemos. Neste caso, o verbo está fazendo referência a algo que já ocorreu no passado.

Alguns exemplos de frases com I was são:

  • Yesterday I was trying to draw something new;

(Ontem eu estava tentando desenhar algo novo)

  • I was really tired and that is why I went to bed early;

(Eu estava realmente cansado e é por isso que fui para a cama cedo)

  • She knows I was right when we argued;

(Ela sabe que eu estava certa quando brigamos)

  • I were

Está no subjuntivo e possui essa formação verbal porque faz referência algo impossível de se acontecer, ou seja, uma situação hipotética. Diferentemente do modo indicativo, aqui falamos apenas de suposições.

Além disso, na grande maioria das vezes a expressão vem acompanhada da palavra “if”.

Alguns exemplos de frases com I were são:

  • If I were you I would try to talk to her;

(Se eu fosse você eu tentaria falar com ela)

  • If I were younger I would go to a lot of parties

(Se eu fosse mais nova eu iria para um monte de festas)