10 erros comuns que os alunos cometem ao aprender inglês

Você com certeza já ouviu falar que errar é humano, mas que o que realmente importa é aprender dos nossos erros e seguir em frente. 

Então, por que não aplicar esse mesmo raciocínio ao seu estudo do inglês?

Continue a leitura deste artigo e descubra o que pode aprender dos erros comuns que os alunos cometem ao estudar inglês. 

Are you ready?

Existem 10 erros muito comuns ao aprender inglês

A lista apresentada a seguir reúne os 10 erros mais comuns ao aprender inglês, e você deve encará-la como uma oportunidade de crescimento.

Caso esteja cometendo algum desses erros, concentre-se no que ele pode ensinar e em como avançar para além dele. Caso não tenha cometido nenhum, concentre-se em o que pode aprender dos erros dos outros.

Assuma uma postura construtiva, e veja seu aprendizado do inglês evoluir a passos largos. Vamos lá?

Erro # 1 – Procurar uma solução milagrosa

Procurar uma solução milagrosa para aprender inglês é tão irreal quanto acreditar que existe uma pílula mágica que fará você sair falando esse idioma pelos cotovelos.

Não perca tempo procurando atalhos. 

Por mais que algumas técnicas possam sim acelerar o seu aprendizado, o que gerará avanços de verdade é o estabelecimento de um plano de ação, sua dedicação ativa e consistente.

Erro # 2 – Não ter um plano 

Iniciar seus estudos do inglês de forma despretensiosa pode ser bom no início, mas não recomendado a longo prazo. 

Afinal, se você não sabe para onde está indo, como saberá que está no caminho certo?

Tenha um plano de ação que inclua um método de estudos, um limite de tempo e algumas metas que o ajudarão a alcançar seu objetivo final e evite se sentir perdido no processo.

Erro # 3 – Estabelecer metas irrazoáveis

Vamos imaginar que você esteja super empolgado a aprender inglês e tenha estabelecido a meta de estudar cinco horas por dia, sete dias por semana, mesmo tendo de trabalhar de segunda a sexta-feira e ainda dar conta das outras tarefas da sua rotina.

O que acha que acontecerá com o passar do tempo?

  1. Você continuará consistente nos estudos, afinal, cinco horas diárias não são nada.
  2. Você achará a meta mais difícil a cada dia e acabará desmotivado a aprender inglês.

Se você escolheu a letra “b”, já entendeu tudo!

Estabelecer metas irrazoáveis é uma grande fonte de desmotivação, e você deve evitar tais impulsos.

Defina metas reais e fáceis de alcançar. Isso manterá você motivado e garantirá uma maior constância em seus estudos.

Erro # 4 – Ser muito crítico com você mesmo

Cair no hábito de se comparar e ser muito crítico com você mesmo é uma prática que não o leva a lugar algum.

Na verdade, quanto mais você se censurar por não estar avançando no mesmo ritmo das outras pessoas ou por cometer um errinho de pronúncia aqui e ali, mais travará a sua evolução na língua.

Não tenha vergonha do seu processo, não se sinta ofendido quando alguém o corrigir e não se culpe por levar mais ou menos tempo para assimilar os conteúdos.

Adote uma postura positiva e veja sua fluência deslanchar.

Erro # 5 – Esperar saber de tudo para começar a falar

Você também é daquelas pessoas que acham que precisam saber de tudo antes de se arriscar a falar inglês? Se sim, é hora de mudar! 

A prática do idioma falado é essencial para validar e consolidar a teoria.

Além disso, lembre-se de que bebês não estudam a gramática completa antes de sair falando sua primeira palavra. Eles nem mesmo sabem o que é isso.

Quando criança, aprendemos com base na imitação, tentativa e erro. Então, aventure-se na língua falada desde o início e não fique esperando atingir a perfeição gramatical.

Erro # 6 – Estudar apenas a gramática

Estudar a gramática é uma ótima forma de enriquecer seu conhecimento sobre a estrutura da língua inglesa, porém, ela também tem seus limites.

Na maioria das vezes, a gramática não reflete a língua em seu real contexto de uso, que é a língua falada pelos nativos no dia a dia. 

Por isso, se você apoia seu estudo do inglês apenas na gramática, é provável que encontre muita dificuldade para ter fluência em situações comunicativas de verdade.

Diversifique suas fontes de aprendizado, isso só enriquecerá seu desenvolvimento linguístico. 

Erro # 7 – Não treinar o alfabeto e sua fonética

Você já parou para pensar que, em português, nem sempre precisa conhecer uma palavra para saber como escrevê-la corretamente?

Conseguimos passar o que ouvimos para o papel porque conhecemos o alfabeto e sua fonética muito bem. 

Desde a infância, fomos ensinados a reconhecer o sons de cada consoante e vogal, e você deve seguir essa mesma ideia quando estiver estudando inglês.

Não negligencie o alfabeto e a fonética da língua inglesa. Dominá-los será transformador!

Erro # 8 – Tentar traduzir tudo literalmente

Embora as palavras de um idioma possam ter equivalentes em outro, isso não significa que podemos traduzir tudo de forma literal. 

Se você fica traduzindo palavra por palavra, poderá não entender o verdadeiro sentido de uma frase ou expressão idiomática. 

Por exemplo, em inglês, utiliza-se a expressão “It’s raining cats and dogs” para dizer que está chovendo a cântaros. 

Você acha que faria algum sentido traduzi-la para “está chovendo gatos e cachorros”? Claro que não! O seu interlocutor ficaria bem confuso.

Então, sempre tente trocar o chip e pensar como um nativo, sem depender tanto da tradução de tudo que escuta. Insira-se na cultura da língua inglesa e suas particularidades.

Erro # 9 – Não fazer o inglês parte da sua vida

O estudo do inglês deve estar acompanhado de vivências. Se você não tem a oportunidade de viajar ou fazer um intercâmbio, deve tentar inserir o idioma em sua rotina de todas as formas possíveis.

Por exemplo, se você gosta de escutar podcasts de desenvolvimento pessoal, por que não procurar um em inglês? Se você gosta de jardinagem, por que não procurar um curso online sobre o assunto em inglês?

Consuma conteúdos em inglês, utilizando o idioma como meio, não como fim em si mesmo. Você mal pode imaginar a quantidade de conteúdos que só estão disponíveis nesse idioma. Vá atrás e mergulhe nesse mundo desconhecido!

Erro # 10 – Achar que aprender uma língua nova é um talento restrito a algumas pessoas

Aprender uma língua não é tanto uma questão de talento quanto é uma questão de escolher o método de aprendizagem que mais se adequa ao seu perfil.

Se você já tentou uma e outra vez, mas ainda não achou o melhor método para você, simplesmente continue procurando.

Afinal, qual é a utilidade de acreditar que não tem talento para falar inglês? Nenhuma, não é mesmo?

Assuma uma atitude proativa com relação aos seus estudos, e deixe essa crença limitante de lado o quanto antes!

Curtiu?

Conseguiu se identificar com alguns dos erros mencionados acima? 

O que fará a respeito desses erros a partir de agora? Conte para a gente nos comentários!

See you!

Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW
close-link
(Grátis) Baixe o E-book Inglês em 34 Dias - Cronograma Autodidata
Baixar Ebook
close-image