Como Mencionar Curso de Inglês no Currículo

Não é obrigatório colocar o curso de inglês no currículo, mas em alguns casos faz sentido incluí-lo.

Muitos profissionais adicionam a informação sem necessidade e acabam deixando o documento longo demais, mas há também muitos que escolhem validar o domínio do idioma dessa forma.


Principalmente quando ainda não conseguiram comprovar o nível de inglês com um teste de proficiência oficial e reconhecido internacionalmente, como TOEFL ou IELTS, que é a maneira recomendada para indicar a habilidade em situações profissionais.

Se quiser mencionar corretamente no CV o curso de inglês que realizou, é indispensável levar em consideração os seguintes fatores.

curso de inglês no currículo

Somentes cursos que respeitam as seguintes regras devem ser citados:

Ter sido realizado nos últimos dez anos

Um curso reconhecido por sua excelência, onde se obteve algum certificado, boas notas ou outro fator de destaque, pode ser mencionado no currículo caso tenha sido realizado nos últimos dez anos.

Ou seja, se você está fazendo um CV em 2024, somente inclua um curso renomado que você iniciou após 2014. 

Já no caso de cursos de menor relevância no mercado, geralmente só vale a pena mencioná-los se realizados nos últimos seis anos.

Essa regra existe porque nada garante ao recrutador que você ainda lembra do que aprendeu há mais de 6 anos, principalmente se não estudou em uma instituição conhecida pela eficácia.

Por isso, muitos profissionais realizam um teste oficial de proficiência sempre que tornam a procurar emprego: até o Cambridge, o TOEFL ou o IELTS tem data de validade, que variam dependendo da indústria, mas sempre chegam.

Ter sido realizado através de uma instituição ou professor particular

Existe conteúdo de qualidade disponível na internet para quem está aprendendo inglês e, atualmente, muitos estudantes optam pela contratação de cursos sem professores, onde videoaulas e apostilas não-personalizadas guiam o processo autodidata.

Apesar de ser uma opção válida para aprender, ela não representa um diferencial no currículo. pelo contrário, faz recrutadores questionarem a validade do seu conhecimento.

Quem aprendeu inglês sozinho dificilmente escapa da necessidade de um certificado oficial para comprovar o nível de inglês.

No entanto, quem possui um certificado não-oficial obtido através de uma instituição de ensino ou professor particular pode usá-lo enquanto não realiza um teste oficial.

Onde e como incluir o curso de inglês no currículo?

O nível de conhecimento de inglês é sempre mencionado entre as últimas seções do currículo, sob a categoria “Habilidades” quando o profissional domina apenas o inglês entre os idiomas estrangeiros. 

No caso de pessoas bilíngues ou poliglotas, é necessário criar outra seção só para idiomas.

Ao lado ou abaixo do nível de inglês entre A1 e C2 – as nomenclaturas do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (Common European Framework of Reference for Languages, ou CEFR) – indica-se como foi possível saber essa informação.

Muitas escolas oferecerem testes de proficiência relevantes, mesmo quando não são universalmente reconhecidos como o TOEFL e outros mencionados. 

É importante verificar o nome exato do teste realizado, caso tenha ocorrido.

Observe o exemplo de um certificado relevante oferecido na Wizard:

Habilidades

  • Inglês – Nível C1 – Pearson English International Certificate 2022
  • Microsoft Excel

Obtendo este ou outro certificado internacional, não há necessidade de indicar o nome da escola ou o ano de conclusão do curso, somente o nome e ano do teste.

Caso sua escola ou professor não ofereça certificados como este, você pode indicar que o curso foi concluído da seguinte forma:

Idiomas

  • Inglês Fluente – Nível C2
    Escola X Language, Conclusão em 2022
  • Espanhol Intermediário …

    Caso ainda não tenha concluído o curso, deve indicar o ano da provável conclusão.

Caso tenha realizado aulas particulares, o nome do professor deve ser mencionado no lugar do nome da escola.

Como mencionar curso sem saber o nível CEFR?

Se você não sabe seu nível, deve realizar um teste gratuito para ter alguma noção. 

Descobrir uma estimativa do seu nível de inglês entre A1 e C2 é simples.

Além das provas oficiais que agregam valor ao currículo, há também testes online que não comprovam oficialmente, mas são confiáveis e indicam seu provável nível de forma rápida e gratuita, como o teste de inglês online da Cambridge

Atenção: O nome de um teste não-oficial não deve fazer parte do seu CV, ele somente oferece uma previsão do resultado de um teste mais aprofundado.

Como aprofundar a descrição do curso de inglês?

Quando o objetivo é conseguir uma vaga em que o inglês é indispensável, o currículo deve focar mais nos idiomas do que o normal.

Além de mencionar o nível CEFR e o curso de inglês que realizou, é interessante também destacar determinados aspectos da sua habilidade e aprofundar seu currículo.

Algumas das informações que podem ser relevantes são: descrição precisa das habilidades, eventos extracurriculares que agregaram valor aos estudos, notas ou rendimento geral, treinamentos específicos – como módulo de aulas de vocabulário específico da sua área de atuação ou encontros de conversação.

Observe o exemplo:

  • Inglês Avançado – Nível C1
  • Writing ⭐⭐⭐⭐
  • Reading ⭐⭐⭐⭐
  • Speaking ⭐⭐⭐⭐⭐
  • Listening ⭐⭐⭐⭐⭐

Escola ABC English, conclusão em 2025.

→ Módulo extracurricular de conversação – 2023, carga horária total: 150 horas

→ Participação na competição de redação ABC Composition 2023: 5º lugar


Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW
close-link
(Grátis) Baixe o E-book Inglês em 34 Dias - Cronograma Autodidata
Baixar Ebook
close-image