A voz passiva no Present Perfect

Este artigo trata de um daqueles assuntos que são mais chatinhos e nós, como alunos, por vezes evitamos estudá-los porque não parecem tão importantes quanto estudar os tempos verbais, por exemplo.

Mas a verdade é que a voz passiva, tanto no Português quanto no Inglês, tem seu lugar, e é importante que aprendamos a usá-la da mesma forma que a usamos em Português: tão naturalmente que ela nem parece importante!

Voz Ativa x Voz Passiva

A diferença básica entre as vozes ativa e passiva é quem pratica a ação. A voz ativa, como o nome deixa implícito, é aquela em que o sujeito ativamente realiza a ação. A voz ativa traz uma relação de responsabilidade com o acontecido, enquanto a voz passiva deixa implícita a noção de que o sujeito sofre uma ação, mas quem realizou esta ação não importa tanto. É como se o objeto da voz ativa se tornasse protagonista na voz passiva.

A estrutura da Voz Passiva

A voz ativa segue a lógica básica do inglês sujeito + verbo [conjugado conforme o tempo verbal desejado]. Já a voz passiva exige a presença do verb to be em qualquer tense que for conjugada. Olha só:

I prepare scrambled eggs every morning.Scrambled eggs are prepared every morning [by me].
You made the best cake!The best cake was made by you.
She’s going to use the car next month.The car is going to be used by her.
John will paint the wall.The wall will be painted by John.
They made this awesome movie in 1984.This awesome movie was made in 1984 [by them].
I have finished the project.The project has been finished [by me].

Como você pode ver, o objeto torna-se sujeito da frase na voz passiva. A expressão [by + pessoa ou pronome] para indicar quem fez a ação não é parte fundamental da frase em grande parte dos casos. Em outros, deve sim ser usada porque, apesar de o foco ser o objeto da ação, quem realizará esta ação ainda é fato relevante para o contexto.

A Voz Passiva no Present Perfect

Você já aprendeu que o Present Perfect é o tempo verbal cuja estrutura básica é [have/has] + [verbo no particípio], e ele faz um link entre passado e presente. Você também aprendeu, aqui neste artigo, que a voz passiva exige o verbo to be

Se temos um tempo verbal que exige um verbo no particípio, e uma voz que exige verb to be, então teremos a seguinte estrutura: [have/has] + [been] + [verbo principal no particípio].

Quando usar a Voz Passiva no Present Perfect?

O Present Perfect é o tempo verbal usado para:

  • falarmos de fatos e situações que aconteceram no passado sem citarmos quando, e que tem relevância no tempo presente;
  • falamos das life experiences;
  • falarmos de algo que aconteceu há pouco tempo, uma notícia quentinha;
  • falarmos de algo que começou a acontecer no passado e segue acontecendo até hoje.

O que todas estas especificações têm em comum são dois pontos bem simples: o link entre o passado e o presente e a irrelevância em geral com o ponto no passado em que a ação aconteceu. Assim, se trazemos a Voz Passiva para este tempo verbal, podemos entender que estamos dando ênfase há uma ação que aconteceu no passado, mas eu, no presente, ainda me importo com este fato [por isso uso o Present Perfect], mas o fato é mais importante do que quem realizou a ação. Vamos ver mais alguns exemplos em que a voz passiva no Present Perfect faz sentido:

All the sandwiches have been eaten.Nesta frase, quem comeu o sanduíche não importa. O ponto é que todos foram comidos.
Philosophy has been studied for many years.Quem estuda filosofia? Eu não sei, mas sei que estuda-se há muitos anos.
The light has already been turned on.Aqui, mais uma vez não importa quem ligou a luz, e sim que ela já foi ligada.
All these patients have been treated by doctor John.Aqui, quem fez a ação segue tendo relevância, mas o foco é a quantidade ou a relevância das pessoas que já foram seus pacientes.

Has the passive voice been made clear? Qualquer dúvida, escreve aqui nos comentários. It’ll be a pleasure to help you 🙂

Últimos posts por Redação Equipe (exibir todos)
Se inscreva
Me notifique

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários