Dicas para compreender e pronunciar palavras em inglês com facilidade

Uma grande dificuldade e desejo de quem estuda inglês é adquirir uma pronúncia perfeita. Parece ser uma vontade comum querer falar com a mesma agilidade e eloquência dos nativos, e este artigo está aqui para te ajudar a conquistar esse objetivo.

A seguir, você se deparará com um passo a passo que lhe ajudará falar com muito mais desenvoltura e confiança no inglês.

Confie no processo e não pule nenhuma etapa!

Vamos lá?

Escolha o sotaque que deseja praticar

Como você já deve saber, o inglês não é uma língua com uma única pronúncia. Assim como acontece com o português, ele engloba diferentes sotaques que podem variar entre e dentro dos países.

No Brasil, as duas pronúncias do inglês mais famosas são a britânica e a americana, mas elas não são as únicas. Ainda estão o inglês australiano, irlandês, neozelandês dentre outros.

A escolha é pessoal. O importante é não sair misturando todas elas logo de cara. Você até pode querer aprender mais de uma, mas comece com uma de cada vez.

Tomada a sua decisão, coloque a mão na massa!

Comece pelo alfabeto

Escolhido o sotaque a ser praticado, chegou a hora de começar a destravar o seu aparelho fonador para os fonemas do inglês.

O aparelho fonador é o conjunto de órgãos responsáveis pela sua fonação, ou seja, pela sua fala e reprodução de sons.

Até agora, muito provavelmente, essa parte do seu corpo só está acostumada com os movimentos necessários para produzir os fonemas do português, pois essa é a língua que você utiliza para se comunicar diariamente.

Então, você precisa treiná-lo para também ser capaz de reproduzir os sons necessários para falar o inglês, e poderá começar a fazer isso pelas unidades sonoras mais básicas possíveis, os fonemas correspondentes às vogais e consoantes do alfabeto da língua inglesa.

Faça uso da transcrição fonética e insista na pronúncia dessas letras até que saiam natural.

Se você não sabe como ler essas transcrições, não se preocupe, pois diversos aplicativos disponibilizam gravações para que você apenas escute e repita. Alguns deles são o Say it: English Pronunciation ou o ELSA Speak. Não deixe de conferir!

Treine a pronúncia por palavras

Depois de ter passado um bom tempo com as menores unidades do som possíveis, os fonemas em inglês, e ter acostumado o seu aparelho fonador com elas, chegou o momento de finalmente passar para unidades maiores, as palavras.

Além dos dois já mencionados, um aplicativo muito bom para fazer isso é o English Sounds, no qual você poderá encontrar diversos vídeos e exercícios para treinar as palavras mais comuns do inglês americano.

Contudo, se você prefere o inglês britânico, também o Google oferece uma ferramenta muito útil. Para treinar a pronúncia das palavras com a ajuda desse oráculo da internet, basta digitar “como se pronuncia (palavra em inglês)” na barra de pesquisa.

Em seguida, você poderá escolher entre a pronúncia americana ou britânica dessa palavra, a velocidade em que ela será pronunciada, sua transcrição fonética e uma imitação visual dos movimentos que a boca faz ao falar.

Já se você quer ver pessoas reais falando essas palavras, pode fazer uso do aplicativo MemRise que conta com a técnica de flash cards, que na verdade são pequenas gravações em vídeos de pessoas reais pronunciando cada palavra.

As opções nesse sentido são várias, e você poderá encontrar online a forma que mais se adequa ao seu perfil de aprendizado.

Treine o ritmo e a entonação por frases

Tendo passado pelas etapas dos fonemas e das palavras, o próximo passo é entender como essas palavras se comportam todas juntas em uma frase.

Como você já deve ter notado, quando falamos na vida real, costumamos cortar o final das palavras, juntá-las umas com as outras e ganhar mais fluidez.

Além disso, o ritmo e a entonação com que falamos cada uma delas pode até mesmo indicar uma mudança em seus significados. Algo pode ser percebido como grosseiro ou não a depender de como você o diz, concorda?

Então, nesta etapa, concentre-se em se acostumar com o gingado do inglês falado. Preste atenção em como os nativos se comunicam e até mesmo nos gestos corporais que acompanham suas falas.

Você pode observar isso por meio de séries, filmes, reality shows, vlogs, canais do YouTube ou podcasts. Acostume o ouvido até que comece a fazer sentido para você.

Logo, parta para a mímica. Mesmo que pareça artificial no início, imitar a forma dos outros falarem é o primeiro passo para que você possa encontrar a sua própria maneira de falar inglês.

Na internet, existem muitos aplicativos de flash cards que podem te ajudar com essa tarefa. O Anki, por exemplo, é uma ótima forma de fazer isso. Contudo, lembre-se de utilizar cards de frases completas.

Ganhe confiança por meio da prática com amigos online

Por fim, a última dica é colocar tudo que aprendeu à prova. É hora de se comunicar com pessoas reais e nativas da língua inglesa.

Só por meio da prática com pessoas de carne e osso, você realmente ganhará a confiança de que precisa para se comunicar de forma fluente.

Para fazer isso, busque sites de intercâmbio cultural, em que você troca seus conhecimentos de português brasileiro pelos conhecimentos de inglês de outras pessoas pelo mundo inteiro.

Você irá se surpreender com o potencial dessas trocas, porque, como irá descobrir, a língua não é apenas regras e gramática, mas também vivências, comunicação e cultura.

Viu só?

Conquistar a tão sonhada fluência ao falar inglês é questão de organização e prática, e com as dicas acima você logo estará mais do que craque nisso.

Let’s do this!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Aulas Particulares com Nativo

Desconto de 50% 

A forma mais rápida de aprender inglês é falando
Quero a Oferta!
*Primeira aula
close-link
Aulas De Inglês Particulares Com Nativos
Acessar
close-image