Anki: grande aliado ou perda de tempo?

O software Anki vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de programas e apps de auxílio aos estudos com uma proposta muito interessante: flashcards, ou seja, cartões que contém frente e verso, que você administra de acordo com suas necessidades. 

No programa você pode criar baralhos de cartões ou usar bibliotecas de baralhos, além de importar imagens e vídeos, ver estatísticas para acompanhar seu avanço, entre outras funções. O conteúdo extra é determinado pelo sistema de acordo com a informação que você fornece do quão difícil foi o exercício para você. 

O Anki é basicamente um sistema de Spaced Repetition System (SRS), ou seja, Sistema de Repetição Espaçada, com algumas funções a mais, pensadas para ajudar os estudantes a compreender o próprio progresso.

O SRS é um método de treino da memória que foi desenvolvido na segunda metade do século passado e que comprovadamente ajuda no aprendizado.

Oportunidade: Quer aprender inglês rápido? Veja o ranking dos melhores cursos de inglês online – Clique Aqui

Anki funciona para estudar inglês?

O programa Anki, em si, foi originalmente pensado para auxiliar no aprendizado de idiomas, mas logo a empresa percebeu que, sendo baseado em um método universal, ele poderia ser usado para muito mais. Além disso, muitas escolas e professores de inglês usam técnicas similares, então não há dúvidas de que seja uma boa forma de estudar o idioma.

Por outro lado, enquanto professora, percebo que não há método infalível, algo que funcione 100% das vezes para todos os alunos. Cada pessoa aprende de um jeito e tem as próprias facilidades e dificuldades.

Exatamente por isso é interessante compreender os pontos positivos e negativos de cada ferramenta que você pense em usar nos estudos, desde um curso de inglês a um programa como o Anki.

Aqui estão alguns pontos positivos e negativos que se destacam:

PONTOS POSITIVOS DO ANKI

  • Há vários baralhos (decks) já prontos, disponíveis para o usuário explorar, baixar e usar livremente.
  • Criando os seus próprios decks, você tem controle das capacidades que irá desenvolver. Ideal para quem deseja aprender bastante vocabulário específico, mas também muito útil para qualquer estudante que deseja organizar os próprios cartões.
  • Ele funciona de acordo com suas facilidades e dificuldades, o que o torna ótimo para autodidatas: ele auxilia o estudante a compreender as próprias tendências no aprendizado.
  • Para quem faz aulas de inglês, ele também pode ser muito útil no mesmo sentido: é sempre interessante que o estudante se aproprie do seu processo de aprendizado e possua um método complementar de estudo que o ajude na fixação de vocabulário.
  • Ideal para quem tem dificuldade de memorizar vocabulário, especialmente.
  • Ideal para aquele estudante disciplinado que consegue manter um bom ritmo de uso do programa, entrar diariamente e aproveitar ao máximo as funções que ele oferece.
  • É possível sincronizar o Ankiweb (serviço para web) e o Ankidroid (app para celular). Você acessa seus decks de qualquer lugar criando uma conta gratuita.
  • Sendo um serviço gratuito, é vantajoso tentar usá-lo, mesmo que você não o aproveite ao máximo e perceba com o tempo que ele não funciona para você.

PONTOS NEGATIVOS DO ANKI

  • Apesar de ser interessante poder escolher como estudar ao criar cartões, há um grande perigo em acabar usando o Anki de forma errada para o aprendizado de idiomas especificamente: se você estudar somente com palavras soltas em inglês com sua tradução em português, por exemplo, você corre o risco a desenvolver uma associação muito forte entre os dois idiomas, o que dificulta que você comece a pensar em inglês.
  • Se você decidir usar o Anki somente pelo aplicativo, irá se deparar com um problema ao fazer o download de decks: atualmente eles não estão sendo sincronizados automaticamente. É necessário criar uma conta e administrar a sincronização através do Ankiweb, o que pode desencorajar pela pouca praticidade.
  • Pode ser uma técnica eficiente cientificamente, mas é possível que SRS não funcione bem para você. Experimente ferramentas diferentes e decida pelas que combinam mais com seu estilo de estudo e aprendizado.

Você ainda está indeciso(a) entre usar o Anki ou não?

Para saber se o Anki funciona para que você aprenda inglês, nada melhor do que fazer um teste. Deixe a preguiça de lado e utilize o programa da melhor forma que puder e, sempre que possível, seguindo indicações de profissionais.

Meus principais conselhos são: que você use somente decks que focam em chunks of language, ou seja, pedaços de linguagem que se repetem, e que, ao criar seus próprios cartões, você evite ao máximo usar português. Procure explicar sucintamente o significado da frase com outras palavras em inglês antes de traduzir.

É provável que você perceba outros pontos positivos ou negativos do Anki, principalmente quando começar a usá-lo. Anotá-los ajuda na hora de refletir sobre o quanto esse programa combina com você, e então se vale a pena seguir estudando com ele.
Você também pode comentar aqui no post essas características que percebeu. Isso deve ajudar outros estudantes tendo a mesma dúvida que você já teve. 

Bons estudos!


Não Fique de Fora:

E, se você está procurando algo definitivo, do básico a fluência, e nada que você já tentou deu certo. Veja se você já não viu essas opções que já ajudaram mais de 1300 pessoas a aprender inglês fluente. Clique no botão abaixo para ver:


redes sociais:

Recomendados para você:

    Últimos posts por Arantxa Pellicer Meira (exibir todos)
    Se inscreva
    Me notifique

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    0 Comentários
    Comentários em linha
    Exibir todos os comentários