O que é o English for Business?

O uso do inglês em negócios, frequentemente referido como “English for Business”, tem se tornado cada vez mais vital no cenário globalizado em que vivemos. A globalização e a expansão das fronteiras econômicas tornaram o inglês não apenas uma ferramenta de comunicação universal, mas também uma competência essencial para profissionais que desejam se destacar em suas áreas.

“English for Business” engloba não apenas a habilidade de comunicar-se de forma fluente, mas também o domínio de terminologias específicas do mundo dos negócios. Isso inclui desde jargões financeiros e econômicos até expressões usadas em marketing, gestão de recursos humanos e operações internacionais. O conhecimento aprofundado do inglês para negócios permite aos profissionais participarem de reuniões, negociar contratos, apresentar propostas e se comunicar eficazmente com parceiros, clientes e colegas de diferentes partes do mundo.

Além disso, o inglês para negócios é fundamental para a compreensão de relatórios, a análise de dados de mercado, a realização de pesquisas e o desenvolvimento de estratégias que são apresentadas ou disponibilizadas em inglês. Isso é especialmente relevante em setores como o financeiro, tecnológico, jurídico e acadêmico, onde a maior parte da literatura, dos estudos de caso e das publicações especializadas são em inglês.

A proficiência em “English for Business” também é um diferencial competitivo que pode abrir portas para oportunidades de carreira internacional, participação em conferências globais, workshops e cursos de capacitação. Empresas multinacionais, organizações internacionais e startups voltadas para o mercado global frequentemente exigem esse nível de competência linguística como requisito básico para a contratação.

Para atender a essa demanda, diversas instituições de ensino oferecem cursos especializados em inglês para negócios. Esses cursos visam não apenas melhorar as habilidades linguísticas gerais, mas também ensinar o vocabulário específico e as práticas de comunicação mais eficazes no ambiente de negócios. Através de simulações, estudos de caso e interações reais, os profissionais aprendem a aplicar o inglês de forma prática e eficiente nas diversas situações do cotidiano corporativo.

Em resumo, o domínio do “English for Business” é essencial para quem deseja navegar com sucesso no mundo dos negócios globalizados. A habilidade de comunicar-se eficazmente em inglês abre portas para oportunidades internacionais, facilita a construção de redes de contatos profissionais e é crucial para a realização de negócios eficientes e produtivos em uma economia cada vez mais interconectada.

Criar uma lista de vocabulário de negócios em inglês com suas respectivas traduções pode ser uma ferramenta valiosa para profissionais e estudantes que buscam melhorar suas habilidades de comunicação em ambientes corporativos. Aqui está uma lista básica de termos frequentemente encontrados no mundo dos negócios, junto com suas traduções em português:

  1. Asset – Ativo: Recursos controlados por uma empresa, com expectativa de que gerem benefícios econômicos futuros.
  2. Liability – Passivo: Obrigações presentes da empresa, surgidas de eventos passados, cuja liquidação se espera que resulte em saída de recursos.
  3. Revenue – Receita: Entrada de recursos econômicos resultante da venda de bens ou prestação de serviços.
  4. Expense – Despesa: Consumo de ativos ou serviços que resulta na diminuição do patrimônio líquido.
  5. Profit – Lucro: Resultado positivo da diferença entre a receita total e o total de despesas.
  6. Loss – Prejuízo: Resultado negativo da diferença entre a receita total e o total de despesas.
  7. Shareholder – Acionista: Indivíduo ou instituição que possui uma ou mais ações de uma empresa.
  8. Stakeholder – Parte interessada: Qualquer indivíduo ou grupo que possa ser afetado pelas atividades de uma organização.
  9. Market Share – Participação de mercado: A fração ou percentagem de um mercado controlada por uma empresa ou produto.
  10. Merger – Fusão: Combinação de duas ou mais empresas em uma única entidade legal.
  11. Acquisition – Aquisição: Processo pelo qual uma empresa compra a maioria ou a totalidade das ações de outra empresa para assumir o controle.
  12. Joint Venture – Joint Venture: Acordo comercial entre duas ou mais partes para desenvolver um novo projeto ou empreendimento, compartilhando riscos e lucros.
  13. Supply Chain – Cadeia de suprimentos: Sistema de organizações, pessoas, atividades, informações e recursos envolvidos na movimentação de um produto ou serviço do fornecedor ao cliente.
  14. Benchmarking – Benchmarking: Processo de comparação do desempenho dos produtos, serviços e processos da empresa com aqueles considerados referências em seu setor.
  15. Break-even Point – Ponto de equilíbrio: Momento em que o total de receitas iguala o total de despesas, não havendo lucro nem prejuízo.

Esses termos representam apenas a ponta do iceberg do vasto vocabulário de negócios em inglês. Conhecê-los é crucial para qualquer pessoa que deseja navegar com sucesso no mundo corporativo. Dominar esse vocabulário pode abrir portas para oportunidades internacionais e facilitar a comunicação em um ambiente de negócios.

Para aqueles que buscam aprimorar seu inglês com foco no mundo dos negócios, existem diversas plataformas digitais que oferecem cursos especializados. Aqui estão algumas opções notáveis:

  1. Cambly para Empresas: Esta plataforma oferece aulas particulares de inglês com tutores nativos, qualificados em diversas áreas profissionais. É uma opção flexível que permite aulas a qualquer hora e de qualquer lugar, com conteúdo personalizado para atender às necessidades específicas de cada aluno, incluindo noções modernas de Business English. O Cambly destaca-se por proporcionar a oportunidade de conversar com tutores que têm experiência no mesmo segmento que a sua empresa, o que pode ser bastante valioso para a construção de apresentações e relatórios em inglês.
  2. Preply: Esta plataforma conecta os alunos com tutores privados de inglês, permitindo aulas personalizadas de acordo com as necessidades específicas de cada um. A Preply conta com um algoritmo que recomenda tutores com base nas preferências e objetivos do estudante. É uma ótima opção para quem procura flexibilidade e interação direta com o professor sem intermediários. Alguns professores na Preply oferecem aulas a partir de $2 por hora, e se você não estiver satisfeito com o tutor escolhido para a primeira aula, a plataforma oferece um reembolso integral do valor pago.
  3. Italki: Italki é uma plataforma educacional que conecta estudantes a professores nativos para aulas particulares de inglês, incluindo inglês acadêmico e de negócios. A plataforma permite que os estudantes escolham professores com base em suas especialidades e faixas de preço, oferecendo grande flexibilidade em termos de agendamento e pagamentos por aula. Italki é conhecido por sua personalização e a possibilidade de escolher tutores que podem ajudar especificamente com inglês para negócios ou preparação para testes como TOEFL ou IELTS.

Cada uma dessas plataformas tem suas particularidades e benefícios, desde aulas personalizadas até a flexibilidade de horários e a possibilidade de escolher tutores que se especializam em inglês para negócios. Avalie suas necessidades específicas, objetivos de aprendizado e preferências para escolher a plataforma que melhor se adapta ao seu perfil.

Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW
close-link
(Grátis) Baixe o E-book Inglês em 34 Dias - Cronograma Autodidata
Baixar Ebook
close-image