Esta lista é perfeita para quem deseja incentivar uma criança a ler, ouvir e compreender inglês. Todos são considerados livros infantis de qualidade por críticos e pelo público, e alguns são usados em escolas para apoiar a alfabetização em inglês ou no aprendizado no idioma como língua estrangeira.

Há 32 livros para crianças de 1 a 4 anos de idade, 28 livros para crianças de 4 a 7 anos, 15 livros para crianças de 7 a 10 anos, e 25 livros que são mais complexos, para crianças de 10 a 12 anos.

Livros infantis em inglês de 1 a 4 anos de idade

Livros infantis em inglês de 4 a 7 anos de idade

Livros infantis em inglês de 7 a 10 anos de idade

Livros infantis em inglês de 10 a 12 anos de idade

Livros infantis em inglês de 1 a 4 anos de idade

  1. “Guess How Much I Love You”, de Sam McBratney

Publicado em 1994 no Reino Unido, este livro vendeu 47 milhões de cópias no mundo todo e foi traduzido para 57 idiomas diferentes, sendo considerado um clássico moderno. Na história, um coelho tenta medir o imensurável: seu amor.

  1. “Where Do Diggers Sleep at Night?”, de Brianna Caplan Sayres

Este livro acompanha veículos de construção (escavadoras, caminhões basculantes, tratores) em seus rituais na hora de ir dormir. Semelhante a “Goodnight, Goodnight, Construction Site”, de Sherri Duskey Rinker, publicado na mesma época.

  1. “Use your words, Sophie!”, de Rosemary Wells

            Terceiro livro da série sobre Sophie, uma ratinha de dois anos de idade. Nesta história, Sophie sabe muitas palavras, mas escolhe não usá-las, apesar de seus pais a incentivar em a falar o que sente e deseja.

  1. “Adventures with Barefoot Critters”, de Teagan White

            Charmosos animais exploram o alfabeto neste favorito dos críticos, escrito e ilustrado pela designer estadunidense Teagan White, conhecida por suas ilustrações de animais.

  1. “You’re Two!”, de Shelly Unwin

O livro celebra o número dois e suas diversas possibilidades, sendo perfeito para crianças de dois anos. Shelly Unwin também tem títulos para outras idades!

  1. “Grumpy Monkey”, de Suzanne Lang

            De maneira calma e engraçada, este livro ensina uma importante lição: é permitido sentir, só não podemos prejudicar outras pessoas com nosso processo. O macaquinho Jim está de mau-humor e não consegue fingir que está feliz.

  1. “Up, Up, Up, Down”, de Kimberly Gee

            Enquanto explora a relação entre um pai e um filho, esta história também ensina os contrários ou opostos, e reflete sobre os altos e baixos do dia-a-dia.

  1. “Corduroy”, de Don Freeman

            Publicado em 1968, este clássico infantil acomapanha o ursinho de pelúcia Corduroy, que aguarda em sua prateleira na loja por uma criança para brincar.

  1. “The Little Engine That Could”, de Watty Piper

            Ensinando o valor do otimismo e do trabalho duro, este conto de fadas publicado inicialmente em 1930 foi adaptado para diferentes versões ao longo dos anos.

  1. “Alexander and the Terrible, Horrible, No Good, Very Bad Day”, de Judith Viorst

            Como o título já indica, a história é sobre um péssimo dia vivido pelo personagem, em que tudo que podia dar errado, dá errado. Com muito humor, Viorst cria situações que qualquer criança se identifica.

  1. “Goodnight, Moon”, de Margaret Wise Brown

            Esta história para dormir publicada em 1947 se tornou um clássico infantil. Nela, um coelho dá boa noite para tudo ao seu redor, através de cativantes rimas.

  1. “The Snail and the Whale”, de Julia Donaldson

            Donaldson é considerada atualmente uma dos maiores autores infantis na língua inglesa. Este título celebra a improvável amizade de duas personagens extremamente diferentes.

  1. “What The Ladybird Heard”, de Julia Donaldson

            Como de costume, Donaldson apresenta uma história repleta de acontecimentos que deixa as crianças curiosas na ponta da cadeira. Nesta, uma fazenda é atacada por dois ladrões, mas uma discreta moradora tem um plano para impedí-los.

  1. “Very Hungry Caterpillar”, de Eric Carle

            Neste livro ilustrado pelo próprio autor, uma lagarta muito faminta come até mesmo as páginas do livro. Carle tem outros títulos semelhantes, como “The Grouchy Ladybug”, sobre uma joaninha que não diz “por favor” ou “obrigada”.

  1. “Once There Were Giants”, de Martin Waddell

“Crianças pequenas vivem em um mundo feito para adultos. Escrevi esta história para ajudá-las a entender este mundo e a ideia de crescer.”, diz Waddell sobre o famoso livro.

  1. “My Friend Harry”, de Kim Lewis

            O garoto James e seu amigo Harry, um elefante de pelúcia, fazem tudo juntos. Porém, James precisa começar a ir para a escola e deixar Harry em casa.

  1. “The Wheels on the Bus”, de Paul Zelinsky

Este divertido livro acompanha tudo o que acontece com um ônibus e as possibilidades nele. Para onde cada pessoa está indo? Como funciona este enorme veículo?

  1. “Llama Llama Red Pajama”, de Anna Dewdney

            Também ilustrado por Anna Dewdney, este clássico moderno sobre a hora de dormir cheio de rimas acompanha um bebê-lhama que precisa do carinho de sua mamãe.

  1. “The Story of Ferdinand”, de Munro Leaf

Ferdinand é um touro pacífico e amável. Diferente dos outros touros, ele não gosta de bater a cabeça e ficar pulando, mas sim de ficar quieto embaixo de uma árvore, sentindo o cheiro das flores. Uma comovente história sobre ser diferente que já virou filme animado.
 

  1. “The Wonderful Things You Will Be: A Growing-Up Poem”, de Emily Martin

Com rimas cativantes e inteligentes, este poema fala sobre todas as coisas que os pais pensam quando olham para seus filhos de forma bem-humorada e leve.

  1. “Green Eggs and Ham”, de Dr. Seuss

            Sob o pseudômino Dr. Seuss, Theodor Seuss Geisel publicou mais de 60 obras infantis. Muitas são clássicos: “Lorax”, “O Gato da Cartola”, “Como o Grinch roubou o Natal”, etc, e é também o caso deste livro.

            Green Eggs and Ham foi adaptado para uma série da Netflix, que estreou no ano passado, o que pode incentivar as crianças a lerem o livro.

  1. “Brown Bear, Brown Bear, What Do You See?” de Bill Martin, Jr.

Originalmente publicado em 1967, este livro ajuda as crianças a associarem cores e significados a objetos. Os personagens se chamam Brown Bear, Purple Cat, Blue Horse, Yellow Duck, Red Bird, etc.

  1. “Dear Zoo”, de Rod Campbell

No livro, uma criança manda uma carta para o zoológico pedindo um bicho de estimação. Os animais que são enviados pelo zoológico são revelados aos poucos, levantando abas. Todos precisam ser mandados de volta pois não são bons animais de estimação, menos o último, que é perfeito.

  1. “First 100 Numbers, Colors, Shapes”, de Roger Priddy

Este livro, que é uma espécie de álbum de figurinhas, transforma o aprendizado em uma atividade totalmente interativa. Faz parte da série “First 100”, que introduz a “primeira centena” de palavras em determinado assunto, como “First 100 Animals”.

  1. “Don’t Let the Pigeon Drive the Bus!”, de Mo Willems

O famoso cartunista Mo Willems fez sua estreia no universo infantil com este livro engraçado, que convida as crianças a responderem e decidirem o destino de um pombo ousado, que quer dirigir o ônibus.

  1. “Madeline”, de Ludwig Belmemans

            Repleto de rimas, a história de Medeline, a corajosa menina que mora em Paris, se tornou uma série infantil clássica que já foi adaptada para o cinema, televisão e videogame.

  1. “Millions of Cats”, de Wanda Gag

            Na história, um casal solitário decide adotar um gato para lhes fazer companhia. O homem sai para procurar um gato, mas encontra milhões, bilhões de gatos, e os leva para casa. Então, o casal precisa fazer algo para ficar com só um gato no final.

  1. “Olivia”, de Ian Falconer

            Esta importante série que acompanha a personagem Olivia, uma porquinha que usa vestido vermelho, começou com o livro cujo título é simplesmente “Olivia”, nome dado em homenagem à sobrinha do autor.

  1. “A Sick Day for Amos McGee”, de Philip C. Stead

            Amizade vem em muitos tamanhos e formas: quando o zelador do zoológico Amos McGee não consegue ir trabalhar, pois está muito doente, os animais retribuem todo o carinho que recebem dele e indo à sua casa para ajudá-lo.

  1. “The Snowy Day”, de Ezra Jack Keats

            Considerado o primeiro livro ilustrado infantil cujo herói é um garoto negro. Na história, o menino fica impressionado com a neve e tenta capturá-la, para que exista para sempre.

  1. “Swimmy”, de Leo Lionni

            Também ilustrado por Leo Lionni, este clássico de 1963 apresenta o personagem Swimmy, um peixinho que se destaca na escola por ser de uma cor que ninguém mais é. Na história, Swimmy explora o vasto oceano e conhece diversas criaturas marinhas. Sua experiência o ajuda a amadurecer e se tornar o líder que seus colegas precisam: alguém destemido que usa a inteligência para alcançar seus objetivos.

  1. “Where Is the Green Sheep?”, de Mem Fox

            Mem Fox é uma aclamada autora infantil, que neste título explora opostos, cores e adjetivos, de forma ideal para as crianças que estão aprendendo a ler, escrever e se comunicar melhor.

Livros infantis em inglês de 4 a 7 anos de idade

  1. “The Tale of Peter Rabbit”, de Beatrix Potter

            A inglesa Beatrix Potter é responsável por alguns dos títulos infantis mais celebrados de todos os tempos, como este de 1902 sobre um coelhinho curioso e desobediente, que entra no jardim do Sr. McGregor, apesar da mãe o instruir a jamais fazer isto, e sofre as consequências.

  1. “The Tale of Jemima Puddle-Duck”, de Beatrix Potter

            Neste outro livro, de 1908, Potter nos apresenta outra personagem clássica de suas histórias. A pata Jemima faz amizade com o raposo Sr. Fox, que a trai e rouba seus ovos, mas no fim, ela consegue pôr seus ovos como sempre quis.

  1. “The Gruffalo”, de Julia Donaldson

            Atualmente sendo usado por escolas brasileiras no ensino do inglês, este livro de Julia Donaldson (já mencionada antes nesta lista) introduz um personagem favorito das crianças: o Gruffalo, um monstro inusitado.

  1. “An Atlas of Imaginary Places”, de Mia Cassany

            Vulcões que cospem chiclete e uma cidade nas costas de uma baleia são duas das diversas paisagens imaginárias presentes neste livro. Além de ser um bom livro infantil, este título é muito eficiente no estímulo à imaginação.

  1. “Dogger”, de Shirley Hughes

            Um conto sobre o impacto de perder um brinquedo querido. Dogger é o cachorro de pelúcia de um garoto, que é perdido e precisa ser resgatado.

  1. “We’re Going on a Bear Hunt”, de Michael Rosen

            Este clássico e best-seller britânico de 1989 conta a história de quatro crianças, sua babá e seu cachorro, quando decidem caçar um urso. O livro é uma adaptação de uma canção folclórica.

  1. “Stick Man”, de Julia Donaldson

            Mais um de Julia Donaldson. Ilustrado por Axel Scheffler, como os citados anteriormente. Conto de Natal onde Stick Man é levado para longe de sua família por um cachorro e acaba ajudando o Papai Noel antes de conseguir voltar para casa.

  1. “The Real Mother Goose”, de Blanche Fisher Wright

            Clássica coleção de poemas, que podem ser cantados. É um bom livro para aprender inglês.

  1. “Frog and Toad Are Friends”, de Arnold Lobel

            A história de dois melhores amigos sempre apoiando um ao outro. Foi também ilustrado por Arnold Lobel, que mais tarde publicou mais quatro livros sobre as personagens sapo e rã.

  1. “Where the Wild Things Are”, de Maurice Sendak

            Adaptado para cinema e para ópera, este livro descreve a imaginação de um menino de 5 anos de castigo em seu quarto.

  1. “Zen Shorts”, de Jon J. Muth

            Três crianças conhecem um panda gigante que conta histórias incríveis. Elas são sobre o valor dos bens materiais, o bem e o mal, frustração.

  1. “Amelia Bedelia”, de Peggy Parish

            Amelia Bedelia é uma empregada doméstica que traz reflexões sobre linguagem neste divertido livro, que é usado para desenvolver a leitura das crianças sendo alfabetizadas em inglês.

  1. “The Day the Crayons Quit”, de Drew Daywalt

            Revoltados, os giz de cera de Duncan decidem parar de colorir. Eles estão ou insatisfeitos com a forma como estão sendo usados, ou brigaram com outro giz.
            Número 1 na lista de best-sellers do New York Times.

  1. “Giraffes Can’t Dance”, de Giles Andreae

            O sonho de dançar pode parecer impossível a primeira vista para Gerald, a girafa. Mas com as palavras de incentivo de um amigo, Gerald descobre que pode, sim, dançar.

  1. “If You Give a Mouse a Cookie”, de Laura Joffe Numeroff

            Considerado um óitmo livro para crianças que estão aprendendo a ler, este é o primeiro título da série “If you give…”, apresentando o personagem Mouse, o ratinho que sempre quer mais e mais.

  1. “Ice Cream Soup”, de Ann Ingalls

            Quando você está tentando fazer um bolo de sorvete, mas acaba adicionando ingredientes demais, você termina com uma sopa de sorvete. Este livro de rimas é direcionado especialmente às crianças recém-alfabetizadas.

  1. “There’s a Bear on My Chair”, de Ross Collins

            Depois que o urso senta na cadeira do rato, não deixando espaço algum de sobra para o dono da cadeira, o rato decide ir para a casa do urso.

  1. “Me and My Dragon”, de David Biedrzycki

            Este menino tem um bichinho de estimação inesperado: um dragão. Neste divertido livro, o personagem dá dicas aos leitores de como criar um bicho que cospe fogo.

  1. “Dinotrux”, de Chris Gall

            Uma espécie que é metade dinossauro e metade caminhão dominou a Terra há milhões de anos neste conto fantástico. Primeiro livro da série Dinotrux.

  1. “The Paper Bag Princess”, de Robert Munsch

            Usado para introduzir conceitos feministas e as capacidades das meninas para todas as crianças, este livro acompanha a princesa Elizabeth, que perdeu tudo quando foi atacada por um dagrão, mas está determinada a recuperar o que foi perdido.

  1. “You Will Be My Friend!”, de Peter Brown

            Este charmoso e engraçado livro sobre amizade mostra Lucy, uma ursa que quer muito fazer amigos, mas não consegue. Ela tenta ser amiga da girafa, do sapo, entre outros animais, mas tudo dá errado. Até que uma amizade encontra ela, quando Lucy menos espera.

  1. “Where the Sidewalk Ends: Poems and Drawings”, de Shel Silverstein

            Shel Silverstein é uma celebrada autora com títulos best-sellers. Nesta coleção de poemas, ela traz muito humor e leveza para incentivar as crianças a serem imaginativas.

  1. “Ben’s Trumpet”, de Rachel Isadora

            Rachel Isadora, uma ex-bailarina que se tornou escritora e ilustradora, traz neste livro um grande manifesto em prol das crianças que sonham em ser artistas.

  1. “The Cat in the Hat”, de Dr. Seuss

            Este livro introduz o personagem clássico de Dr. Seuss, o gato de chapéu que aparece de repente durante uma tarde chuvosa para tornar a vida das crianças Dick e Sally mais divertida. Ele foi escrito com o intuito de facilitar a leitura dos iniciantes.

  1. “Bread and Jam for Frances”, de Russell Hoban

            Frances decide que só quer comer pão com geleia, então seus pais só a alimentam com isso: no café-da-manhã, no almoço, no lanche, na janta. Será que em algum momento Frances vai se cansar de pão com geleia?

  1. “Curious George”, de H. A. Rey

            Livro que introduziu o famoso macaco curioso chamado George. Nesta primeira história, George é levado por humanos da selva para uma nova casa, mas sua curiosidade acaba levando-o para muito mais longe.

  1. “George and Martha”, de James Marshall

            Neste primeiro livro com os personagem George e Martha, dois hipopótamos ensinam as crianças o valor da amizade em cinco vinhetas, repartição que facilita a leitura.

  1. “Harold and the Purple Crayon”, de Crockett Johnson

            Um conto sobre imaginação. Harold, clássico personagem de Crockett Johnson, viaja com seu giz de cera por diversas paisagens fantásticas.

Livros infantis em inglês de 7 a 10 anos de idade

  1. “The Velveteen Rabbit”, de Margery Williams

            Primeiro livro infantil de Margery Williams, a história repleta de reviravoltas mágicas do coelho de pelúcia feito com velveteen, tecido que imita veludo, se tornou um grande sucesso.

  1. “Charlie and the Chocolate Factory”, de Roald Dahl

            Adaptado para o cinema duas vezes, resultando em enormes sucessos, esta história atemporal continua sendo favorita entre as crianças desta faixa etária.

  1. “Matilda”, de Roald Dahl

            Outra história clássica atemporal escrita por Roald Dahl e adaptada ao cinema, este conto nos trouxe Matilda, a menina que descobre ter poderes de telecinesia.

  1. “Charlotte’s Web”, de E. B. White

            Neste conto sobre amor, luto e renovação, uma inesperada e muito especial amizade se forma entre um porco e uma aranha.

  1. “The Sheep Pig (Babe)”, de Dick King-Smith

            Adaptado para o cinema, o conto de Babe, um leitão que quer se tornar cão-pastor, é uma importante mensagem sobre a bondade ser mais frutífera que a maldade.

  1. “The Dot”, de Peter H. Reynolds

            A garotinha Vashti não acredita ser uma artista por não saber desenhar. Sua professora de artes a estimula a “fazer uma marca e ver onde ela a leva”, então Vashti embarca em uma jornada de auto-descobrimento.

  1. “Fantastic Mr. Fox”, de Roald Dahl

            Mais um de Roald Dahl, que também virou filme. O fantástico senhor Raposo é muito esperto e sempre consegue roubar comida. Ele precisa tomar cuidado pois querem o pegar, mas senhor Raposo irá bolar um fantástico plano para se livrar do problema.

  1. “Beezus and Ramona”, de Beverly Cleary

            Também adaptado ao cinema, este livro conta a história das irmãs Beezus, mais velha, e Ramona, mais nova, que tem diversas disavenças mas continuam se amando sempre.

  1. “The Lion, the Witch and the Wardrobe”, de C. S. Lewis

            O primeiro livro da série “As crônicas de Nárnia” se tornou um dos maiores sucessos infantis na época de seu lançamento em 1950, assim como a recente adaptação para o cinema é um dos maiores sucessos cinematográficos infantis das últimas décadas.

  1. “The Phantom Tollbooth”, de Norton Juster

            Este conto fantástico de um menino, que é visitado por uma entidade inesperada e parte em uma jornada por mundos diferentes, é um favorito entre os ingleses.

  1. “Rickshaw Girl”, de Mitali Perkins

            A personagem Naima quer ajudar sua família, mas acaba piorando sua situação financeira sem querer. O livro, que se passa em Bangladesh, traz importantes reflexões sobre responsabilidades, talento e finanças.

  1. “The Girl Who Drank the Moon”, de Kelly Barnhill

            Este atual livro (publicado em 2016) conta a história de Luna, uma garota criada por uma bruxa que precisa aprender a controlar seus poderes mágicos.

  1. “Mostly the Honest Truth”, de Jody J. Little

            Apesar de ser muito difícil estar longe de seu pai enquanto ele precisa se reabilitar à sociedade, a menina Jane descobre que família é muito mais do que as pessoas a quem estamos ligados por sangue.

  1. “When You Reach Me”, de Rebecca Stead

            Este envolvente livro sobre uma menina chamada Miranda, que recebe estranhas mensagens que parecem prever o futuro. O mistério prende os leitores e as reflexões sobre vida e morte fazem deste livro um importante aliado na educação das crianças.

  1. “Flying Lessons & Other Stories”, organizada por Ellen Oh

            Esta compilação de dez histórias escritas por importantes nomes da ficção infantil como Soman Chainani e Jacqueline Woodson, celebra como todos somos diferentes e únicos.

Livros infantis em inglês de 10 a 12 anos de idade

  1. “Spaced Out”, de Stuart Gibbs

            Segundo livro da série Moon Base Alpha, do mesmo escritor de Spy School. Nesta aventura, o detetive de 12 anos Dashiell Gibson precisa resolver o mistério de um desaparecimento na primeira base humana na lua.

  1. “The Science of Breakable Things”, de Tae Keller

            A mãe de Natalie tem depressão e a menina decide usar o processo científico que aprende na escola para ajudá-la. Uma história comovente sobre amor, esperança e milagres.

  1. “The Invention of Hugo Cabret”, de Brian Selznick

            O cineasta Martin Scorsese decidiu adaptar este livro para o cinema pois seus filhos são apaixonados pela história. Hugo, um menino que vive nas paredes de uma estação de trem nos anos 1930, se envolve em um grande mistério.

  1. “The Giver”, de Lois Lowry

            Livro distópico que conta a história de Jonas, que vive em um mundo perfeito até alcançar 12 anos, a idade em que é selecionado pelo Giver, o protetor do conhecimento da dor e da alegria, para receber um treinamento especial e conhecer a verdade sobre a humanidade.

  1. “Diary Of A Wimpy Kid”, de Jeff Kinney

            Livro contado em primeira pessoa, em forma de diário, por um garoto passando por mudanças e tentando encontrar o seu lugar em meio aos colegas na nova escola.

  1. “The Unforgotten Coat”, de Frank Cottrell Boyce

            Uma história sobre amizade em meio a adversidades em que dois irmãos, refugiados da Mongólia vivendo em Liverpool abrem seu mundo para sua nova amiga, Julie.

  1. “One Crazy Summer”, de Rita Williams-Garcia

            A comovente história de três irmãs que viajam para Oakland, cidade da Califórnia, para conhecer a mãe, que as abandonou.

  1. “All-Of-A-Kind Family”, de Sydney Taylor

            Uma família na virada do século na cidade de Nova Iorque: mãe, pai e cinco irmãs. O livro acompanha as aventuras das garotas, até que vivem uma grande surpresa que muda tudo.

  1. “Locomotion”, de Jacqueline Woodson

            Lonnie Collins Motion, ou Locomotion, precisou enfrentar uma grande mudança em sua vida com sete anos. Agora, com onze anos, ele está prestes a passar novamente por uma grande mudança – mas, agora, ele tem a Poesia para se expressar.

  1. “Holes”, de Louis Sachar

            Este clássico moderno, que foi adaptado para um filme homônimo da Disney, trouxe o mistério das escavações no Camp Green Lake e importante mensagens sobre crime, punição e redenção.

  1. “Because of Winn-Dixie”, de Kate DiCamillo

            Todas as coisas que aconteceram no verão com a menina Opal, foi “por causa de Winn-Dixie”, um cachorro que ela encontra um dia, quando vai ao mercado. Foi adaptado ao cinema.

  1. “My Sister Lives on the Mantelpiece”, de Annabel Pitcher

            Comovente história sobre Jamie, um menino de dez anos cuja família está em pedaços há anos, devido à morte de sua irmã mais velha em um bombardeio terrorista, cinco anos atrás. Apesar do assunto complexo, Pitcher apresenta reflexões sobre o que une uma família com muito humor e leveza. Para crianças de 12 anos ou acima.

  1. “Harry Potter and the Sorcerer’s Stone”, de J. K. Rowling

            Primeiro livro da série literária infantil de maior sucesso das últimas décadas. Tocando em diversos assuntos importantes para crianças nesta faixa etária, a história do bruxo segue tão relevante hoje quanto era 20 anos atrás.

  1. “As Brave As You”, de Jason Reynolds

            Genie e o irmão, Ernie, saem de Nova Iorque pela primeira vez para passarem o verão no campo, no estado da Virginia, com os avós. Lá, ele descobre que seu avô é cego e fica intrigado. O livro toca em questões de crescimento, ritos de passagem e família.

  1. “Okay For Now”, de Gary D. Schmidt

            Personagens inusitados e valiosas mensagens sobre amor, criatividade e sobrevivência se cruzam na história de Doug, um menino cujo pai é abusivo e o irmão está voltando do Vietnã após a guerra.

  1. “The Seventh Most Important Thing”, de Shelley Pearsall

            Este premiado livro conta a história de Arthur, que joga um tijolo no homem que coleta lixo e seria preso, mas o próprio homem sugere que o menino seja punido apenas com trabalho comunitário, trabalhando para ele. Arthur aprende valiosas lições durante o serviço que, de início, parecia perda de tempo.

  1. “The Nameless City”, de Faith Erin Hicks

            Uma cidade que vive mudando de nome, de acordo com quem está a ocupando, poderá ver o fim das guerras. Seu futuro está nas mãos das crianças Kaidu e Rat.

  1. “Mockingbird”, de Kathryn Erskine

            Caitlin, uma menina com Asperger’s, podia sempre contar com seu irmão mais velho Devon, mas ele faleceu em um tiroteio. Ela quer que tudo volte a ser como antes e, na busca por respostas, descobre que o mundo não é preto e branco, como sempre o viu.

  1. “Touching Spirit Bear”, de Ben Mikaelsen

            Um infrator juvenil é enviado ao Alasca, em um programa de reabilitação, ao invés de ser preso. O livro explora sua raiva, sua responsabilidade e sua enfim redenção, quando ele encontra o espírito do urso branco em um ataque do qual ele quase sai morto.

  1. “The Silver Arrow”, de Lev Grossman

            Kate vive uma vida desinteressante, até que seu tio, que ela nunca havia conhecido antes, lhe dá um presente inusitado: Silver Arrow, uma locomotiva diferente.

  1. “Far From Perfect”, de Holly Smale

            Segundo livro da série de sucesso The Valentines, reflete sobre os padrões inalcançáveis da feminilidade na sociedade. Faith Valentine é uma menina rica, famosa e bonita, mas não é feliz.

  1. “Up for Air”, de Laurie Morrison

            Annabelle é convidada para se juntar ao time de natação do ensino médio, mesmo tendo ainda treze anos. Ela faz de tudo para ser aceita pela nova turma, até mesmo ignorar seus antigos amigos. Auto-estima é o assunto central desta história perfeita para as crianças que estão prestes a encarar a adolescência.

  1. “The Kite Rider”, de            Geraldine McCaughrean

            Emocionante aventura do menino que se torna um caçador de pipas para salvar a sua família da miséria. Foi adaptado ao cinema.

  1. “The Own Service”, de Alan Garner

            A personagem Alison aprende que somente aceitando e encarando uma situação, ela pode ser resolvida. Ela descobre um conjunto de louças com desenhos de corujas no porão de casa, e isso desencadeia uma série de eventos que mudará a vida de todos ao seu redor.

  1. “Boy Giant: Son of Gulliver”, de Michael Morpurgo

            Também ilustrado por Michael Morpurgo, este livro foi inspirado no clássico Gulliver’s Travels e conta a história de Omar, um menino afegão refugiado que se vê sozinho e sem esperança após o naufrágio de seu barco rumo à Europa, mas sua aventura está apenas começando. Traz a importante mensagem de fazer o bem ao próximo.