Como ser professor de inglês 

Se eu te disser que pra ser professor de inglês você só precisa ter contatos e um pouco de sorte, eu estaria mentindo, mas foi assim que aconteceu pra mim. 

Pra gente iniciar esse assunto, quero te contar brevemente a minha história de como me tornei English Teacher.

Tudo começou há muitos anos atrás, quando minha mãe insistiu que eu entrasse para o cursinho de inglês numa das únicas escolas de idiomas da minha cidade, há 18 anos atrás. 

Desde meu primeiro dia na sala de aula, eu me encantei com a língua! Tanto que finalizei todos os livros e níveis disponíveis na escola.

No alto de meus 15 anos, eu já era fluente em inglês e estava recebendo meu certificado de conclusão de curso.

Fui oficialmente reconhecida como bilíngue proficiente… mas não sabia o que fazer com aquilo.

Eu tinha um pedaço de papel que provava a minha capacidade de compreensão e comunicação em inglês, mas e daí? 

Daí que fiquei super preocupada, porque sabia que a falta de prática poderia me levar ao esquecimento ou até a regressão do nível C1 que eu tinha suado por cinco anos pra conquistar.

Foi então que a sorte e o contato quente me ajudaram muito. 

Fui indicada por um amigo – a quem eu havia confessado minhas preocupações – para trabalhar numa escola de idiomas (bem fundo de quintal, admito).

Pensei comigo que o “não” eu já tinha, e fui, com a cara e a coragem, fazer a aplicação. Passei por teste escrito e oral e voilá, fui aceita como a nova teacher da escola. Desde então, nunca mais saí da sala de aula.

Viu? Eu te falei que minha história não era muito convencional. E a sua não precisa ser assim. 

Quando olho pra trás, percebo que eu poderia ter me preparado muito melhor para adentrar na educação bilíngue.

E é por isso que estou escrevendo pra você que quer entender qual é o melhor caminho para se tornar um professor de inglês memorável. 

Vamos começar pelo que não fazer?  

  1. Não seja um professor de inglês com baixa proficiência no idioma: parece óbvio, eu sei. O domínio da língua inglesa é imprescindível para ser um bom profissional. Você sempre vai precisar estar a, pelo menos, um nível acima dos seus alunos. Veja bem, não estou dizendo que você precisa ter um inglês perfeito (até porque nem acredito que tal coisa exista) mas você precisa de um inglês excelente. 
  1. Não esteja despreparado ou desqualificado: estar preparado para a sala de aula é uma coisa que, além de ser ótimo pro seu currículo, te traz muita segurança na hora de começar a lecionar. Hoje em dia, é muito fácil encontrar cursos e certificações à distância, de curto e longo prazo. É altamente recomendado que você desenvolva suas habilidades pedagógicas antes de começar sua primeira aula. 
  1. Não adaptar estilos de aprendizagem: que os alunos nunca são iguais, é fato, mas você já parou pra pensar que se as pessoas são diferentes a forma de ensiná-las também deve ser? Pois é! Entender sobre os estilos de aprendizagem é essencial para que consiga desenvolver o feeling de como transmitir o conhecimento para cada aluno seu, afinal, eles precisam se sentir confortáveis e respeitados para que aprendam com mais facilidade. 
  1. Dar aulas monótonas e sem engajamento: aprender uma nova língua já é desafiador por si só, não é mesmo? Agora imagina ter que participar de uma aula chata, sem dinâmica e sem personalidade toda semana! É impossível se apaixonar por um idioma desse jeito. Esse é um dos maiores fatores que fazem os alunos desistirem de aprender inglês. Então busque libertar sua criatividade, propondo atividades práticas e interativas, levando em consideração a temperatura dos participantes. 
  1. Ignorar as preferências dos alunos: não, isso não é sobre “o aluno ter sempre a razão”. Isso é sobre entender que está ensinando pessoas e que pessoas aprendem através de conexão humana. Por isso é muito importante que conheça as preferências de seus alunos. Crie um banco de dados com comentários e observações sobre as pessoas que você ensina. Trazer um pedaço da série preferida do aluno, uma música de um ídolo, um tema de interesse pra discussão faz toda a diferença pra que esse aluno sinta gosto pelo aprendizado e seja instigado a sempre compartilhar suas opiniões em sala de aula. 
  1. Ter medo de adaptar lições: com o avanço da acessibilidade, é muito fácil encontrar lições prontas sobre qualquer tema para qualquer nível de inglês pela internet a fora. Um grande erro enquanto professor é ter medo de adaptar essas lições pros alunos que você tem. Não acredito que a formação de bilingues é efetiva quando utilizamos de materiais genéricos, sem personalização. Então teste fazer pequenas mudanças nessas atividades focando no objetivo, dificuldades ou interesses de seus alunos. 
  1. Falta de preparação: nunca entre na sala de aula sem ter preparado minimamente aquela aula, for God sake! Ninguém merece um professor perdido no conteúdo, que só fica enchendo linguiça.Os alunos percebem, você não fica satisfeito com o trabalho e a tendência é que os alunos acabem desistindo conforme o tempo passa. 
  1. Não oferecer feedback construtivo: faz parte do seu papel enquanto educador avaliar constantemente seus alunos e prover feedback construtivo. É importante saber dosar as críticas e manter avaliações constantes e coerentes sobre o desempenho dos alunos. 

Ser um bom professor exige, além de conhecimento e didática, paciência, criatividade, empatia e muito respeito. 

Entendido o que não fazer enquanto professor de inglês, provavelmente você está se questionando: Como começar? Onde encontrar trabalho? Como captar alunos?  

Como eu já te contei, meu caminho não foi tão convencional assim, já que caí de paraquedas na sala de aula aos 15 anos de idade.

No entanto, com 13 anos de profissão, experiência em diversas escolas de idiomas e 8 anos como professora de inglês particular (e online), posso te mostrar formas mais eficientes para se inserir no mercado da educação do que esperar seu amigo te chamar pra uma entrevista numa escola um tanto quanto questionável. 

Quadro mostra uma atividade em inglês

Onde Encontrar Trabalho:

Escolas de Idiomas: Muitas escolas de idiomas estão sempre à procura de professores de inglês. Isso pode ser um bom ponto de partida, especialmente para ganhar experiência inicial. Tenha um currículo legal, que chame atenção e fique ligado ao calendário escolar!

As escolas de idiomas contratam mais durante o período de matrículas e férias.  

Aulas Particulares: Oferecer aulas particulares pode ser uma maneira mais flexível de começar.

Você pode encontrar alunos por meio de anúncios online, redes sociais ou recomendações.

Claro que isso te exige mais pro atividade. Você precisará se divulgar na internet, alimentar uma rede social e fazer sua própria propaganda. Lembre-se que pode atender tanto presencial quanto online. 

Plataformas Online: Plataformas de ensino online oferecem oportunidades para professores de inglês de todo o mundo.

Essas plataformas conectam você a alunos interessados em aprender online, basta fazer uma busca e em menos de 15 segundos terá uma lista de sites onde se cadastrar para ser professor. 

Cá entre nós, dar aulas particulares é muito mais rentável, mas pode ser um tanto imprevisível até que você seja reconhecido e tenha uma agenda mais sólida. 

Lembre-se de que, assim como a paciência e a persistência são fundamentais para seus alunos desenvolverem um novo idioma, elas também são necessárias para você construir uma base sólida de alunos particulares.

À medida que ganha experiência e constrói sua reputação, você poderá expandir sua base de alunos e alcançar sucesso como professor de inglês.

Em sua busca para se tornar um professor de inglês, evite armadilhas como falta de proficiência e despreparo, priorizando qualificações sólidas e abordagens adaptativas.

Ao escolher entre trabalhar autonomamente ou em escolas de idiomas, considere a liberdade versus o suporte oferecido por cada opção.

Para captar alunos, aproveite redes sociais, anúncios locais e plataformas online. Agora, munido de orientações sólidas, você está pronto para iniciar sua jornada como educador, impactando vidas por meio do ensino do idioma global. 

Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Download Gratuito

Cronograma Autodidata Para Aprender Inglês Básico Em 34 Dias

Baixe agora clicando no botão abaixo
DOWNLOAD NOW
close-link
(Grátis) Baixe o E-book Inglês em 34 Dias - Cronograma Autodidata
Baixar Ebook
close-image